UDV e Novo Encanto realizam mutirão de limpeza de praias

Carlos Vianna Junior*

| 18 abril 2018

Ação nas praias de Salvador foi realizada em homenagem ao Dia Mundial da Água | Foto: Carlos Vianna Junior.

Como parte das celebrações do Dia Mundial da Água (22 de março), o Centro Espírita Beneficente União do Vegetal e a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico realizaram, no dia 25 de março, um mutirão de limpeza em praias de Salvador-BA. Como resultado da ação, foram coletados 12 sacos grandes de lixo, num trecho de cerca de 3 quilômetros de praias, entre Piatã e Itapuã, que ficaram livres de uma boa quantidade de dejetos poluentes que iriam para o mar.

O objetivo principal foi conscientizar as pessoas, por meio do exemplo, de que a melhor maneira de cuidar dos recursos hídricos e do meio ambiente é praticar esse cuidado no dia a dia. A atividade contou com a participação de 60 pessoas de diversas idades, entre elas crianças e adolescentes que integram o grupo de Orientação Espiritual com Crianças e Jovens do Centro. O mutirão chamou a atenção dos banhistas e comerciantes, provocando reflexões sobre a preservação do meio ambiente.

Presente à atividade, o Diretor Executivo da Novo Encanto (NE), Carcius Azevedo dos Santos, definiu o exemplo como “um pequeno gesto, que fala muito mais do que grandes discursos”. Carcius lembrou que a população se mostra cansada de tanto ouvir pessoas falarem e não fazerem nada para resolver os problemas de nossa sociedade. “E nós estamos, silenciosamente, cumprindo nosso dever, com esse pequeno gesto que tem o poder de chamar a atenção das pessoas, levando-as a pensarem um pouco mais antes de jogar o lixo, por menor que seja, na praia.”

Crianças, adolescentes e adultos recolheram todo o lixo que encontravam no caminho | Foto: Carlos Vianna Junior.

Conscientização

O evento teve início pouco antes das 11h da manhã. Entre um céu azul e quase sem nuvens e o gramado da orla de Piatã, acalentados por uma brisa de outono que amenizava a temperatura, sócios da UDV e convidados formaram um círculo para o início dos trabalhos. Com luvas de borracha, segurando sacos de lixo e estandartes com mensagens de conscientização, os participantes foram orientados sobre o que fazer durante o percurso, e também sensibilizados no sentido de conscientizarem-se ainda mais sobre a importância daquele momento.

Crianças, adolescentes e adultos seguiram então em direção à Praia de Itapuã, recolhendo todo o lixo que encontravam no caminho. Na praia mais famosa de Salvador, ponto final do evento, garis e um caminhão de coleta de lixo da prefeitura já esperavam os participantes para dar destino aos resíduos recolhidos. Na conclusão do trabalho, os participantes formaram um novo círculo, que contou também com a participação de músicos e capoeiristas.

A Coordenadora Regional da Novo Encanto na 4ª Região (Bahia e Sergipe), Adriana de Castro, explicou como a sensibilização para o cuidado com o meio ambiente ocorre em ações como essa. “Não é só o fato de catarmos o lixo da praia, e sim o que este exemplo gera em termos de conscientização dos banhistas. Um grupo amplo como esse, em pleno domingo, dedicar-se a esta ação sensibiliza as pessoas.”

Engajamento e entusiasmo

Ísis de Aragão, sócia do Núcleo Serenita (Lauro de Freitas-BA), narrou com alegria um dos muitos comentários ouvidos ao longo do percurso. “Uma mulher falou com as amigas sobre a importância de ações como a que assistia. O mutirão a fez lembrar-se de ter visto, na televisão, sobre a existência, no Oceano Pacífico, de uma ilha composta de lixo. A imagem da devastação dos mares, em contraste com a limpeza da praia, levou a banhista a questionar sua própria atitude perante o problema”, relatou Ísis.

Os adolescentes Melqueres Pereira e Cleber Gonçalves, do Núcleo Coração de Maria, vieram de Feira de Santana para participar da limpeza nas praias. “Nossa vontade de participar foi tanta que a gente se preparou por três semanas para esse momento”, disse Cleber.

Outra participante que veio do interior foi Mel Costa, Monitora da Novo Encanto no Núcleo Rosa das Campinas, no município de Mucugê-BA, Chapada Diamantina. Segundo ela, essa experiência do mutirão pode e deve ser reproduzida na região da Chapada, que vem recebendo cada vez mais turistas e fazendo aumentar a quantidade de lixo nas trilhas. “Realizar atividades como essa será uma forma de integrar a NE aos grupos socioambientais que já trabalham na proteção das águas da Chapada e na conscientização da população e dos turistas.”

Para Joel Miguez Sobrinho, integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Estrela da Manhã (Camaçari-BA), que também participou do mutirão, ações como essa são muito importantes porque fortalecem a mensagem que a União do Vegetal quer transmitir por meio do seu braço ecológico, a Associação Novo Encanto. “Essa prática é parte também do nosso desenvolvimento espiritual, porque, na realidade, a natureza somos nós, e nós somos a natureza. Ou seja, ao zelarmos pela natureza, estamos zelando por nós mesmos”, resumiu.

*Carlos Vianna Junior é integrante do Quadro de Sócios do Núcleo Estrela da Manhã (Camaçari-BA).

5 respostas
  1. Ricardo de Saboya
    Ricardo de Saboya says:

    Excelente iniciativa!
    Isso demostra que é possível cada um de nós fazermos nossa parte. Um gesto pequeno, mas com significado grandioso.
    Momentos como esse trazem mais consciência para o indivíduo e para a coletividade.
    Parabéns!

  2. Nanete Pinho Rocha
    Nanete Pinho Rocha says:

    Adorei participar, principalmente aqui na nossa linda Salvador- Bahia (minha terra). E assim como grãos de areia unidas na praia, cada um de nós, pouco à pouco, na força da União, fazendo a sua parte, com Luz, Paz e Amor, mobilizaremos o mundo!!! Viva nosso Mestre!!!

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta