Núcleo Castanheira 30 anos: força, zelo e amor

| 12 Outubro, 2020

Roberto Hilsdorf Brito*
Victor Hugo Martins de Menezes**

Fachada do Templo do Núcleo Castanheira | Foto: Adriana Moleti.

Dia 12 de outubro é um dia especial. Dia da Padroeira do Brasil – Nossa Senhora Aparecida -, dia das crianças e também dia em que se comemora o aniversário de alguns Núcleos da União do Vegetal, incluindo o Núcleo Castanheira que, neste 2020, inteira 30 primaveras. Situado em Arujá (SP), passou dois anos como Distribuição Autorizada de Arujá. Da terra semeada, o broto amadureceu. Apresentou sua florada e a Sede Geral reconheceu. A Pré-Núcleo foi elevado e Castanheira, o nome recebeu.

| Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Castanheira.

No ano de 1983, o então Conselheiro Lourival Rodrigues de Moura, sócio do Núcleo Samaúma, Araçariguama (SP), recebeu em sua residência, em Arujá, a visita do M. Deivanir Alves Medeiros e sua companheira, Conselheira Else Piacentini. Em um certo momento, a Conselheira Else inspirou profundamente e disse: “Sinto cheiro de um Núcleo da União do Vegetal!”. Estas palavras animaram o Conselheiro Lourival a conversar naquele mesmo dia com o Mestre Paixão e a conseguir dele a autorização para plantar Mariri e Chacrona em um terreno de sua propriedade.

Na segunda metade da década de 1980, havia dois movimentos de desmembramento dentro do Núcleo Samaúma. Um grupo que, em 1988, fundou o Núcleo São João Batista, Mairiporã (SP), e um outro que, em agosto de 1989, com a autorização do Mestre Deivanir, então Representante do N. Samaúma, pôde procurar um terreno para a fundação de mais um Núcleo na 3ª Região.

Em outubro de 1989, após muitas buscas, em um terreno com aclive, encontraram uma planta, o João Brandinho, que foi o sinal que faltava. Por conta da topografia do terreno ser muito acidentada, os trabalhos logo começaram com o auxílio de alguns irmãos e de funcionários e maquinário do Mestre José Rubens. Campanha para fazer rampa de acesso, platô e tudo o que foi preciso. A força de trabalho já se fazia presente. Em abril de 1990, se iniciou o plantio já no local do futuro Núcleo e, no dia 8 desse mês, foi realizada uma Sessão no espaço em que seria edificado o Templo, dirigida pelo aniversariante e Mestre Central, na época, Mestre Paixão.

Nascimento

A fundação do novo Núcleo se deu por conta do movimento de um pequeno grupo de 17 pessoas, sendo 15 associados e dois menores de 18 anos. Segundo o depoimento da Conselheira Djanira Alencar, estas 17 pessoas já eram amigas, mas, ao mudarem de Núcleo e fazerem todo o trabalho necessário, elas se tornaram “uma grande família, ficaram mais unidas”.

O dia 12 de outubro de 1990, dia da inauguração, foi marcado por uma forte chuva. Prenunciando, certamente, um futuro de boas colheitas e boas realizações. A Sessão foi inicialmente dirigida pelo Mestre Deivanir, já distribuindo o Vegetal preparado com Mariri e Chacrona do próprio terreno, plantados lá no ano de 1983. Depois continuou sendo dirigida pelo Mestre Júlio Sílvio Roque do Lago, o Responsável pela nova Distribuição. Posteriormente, tornou-se o primeiro Mestre Representante, deixando a sua marca: um profundo zelo pela Palavra do Mestre Gabriel, renovando a memória, não deixando os Ensinos caírem no esquecimento.

Daqueles primeiros 17 irmãos e sua doação amorosa, hoje o Núcleo Castanheira registra cerca de 160 sócios.

Vídeo comemorativo dos 30 anos do Núcleo Castanheira


*Roberto Hilsdorf Brito é Mestre Representante do Núcleo Castanheira (Arujá-SP);
** Victor Hugo Martins de Menezes é integrante do Corpo Instrutivo do Núcleo Castanheira e monitor local do Departamento de Memória e Comunicação do Núcleo Castanheira.

11 respostas
  1. Erika Madelaine
    Erika Madelaine says:

    Que o Mestre continue abençoando essa irmandade tão bonita e cativante, pessoas de valor que vem pelejando pelo engrandecimento dessa nossa união. Grande abraço ao M Roberto, C Eunice, M Alfredo, C Adriana Moletti, Marcelo e Fabiane Machionno e a tantos outros amigos que tenho neste lugar de paz.
    Que venham muitos e muitos anos de amor e prosperidade a toda está irmandade especial.

    Responder
  2. Antônio Gabriel Saide
    Antônio Gabriel Saide says:

    Fomos sócios no de 1999. Esse Núcleo marcou muito nossas vidas, de forma positiva, muitas amizades fizemos e guardamos com muito carinho e saudades aqueles momentos. Mestre Silvio, Mestre Hamiltom, Mestre Edgar, era esse o Quadro de Mestres da época. Prosperidade e alegrias para todos os sócios do Núcleo !!
    Antônio Gabriel e Maria do Carmo

    Responder
  3. César Renato
    César Renato says:

    Bons Dias!

    Desejo FELICIDADES no caminho e na caminhada, a toda irmandade do Núcleo Castanheira. Lugar que tive a oportunidade de conhecer quando o representante era o M. Edgar.

    Fraterno abraço

    Responder
  4. Saulo Ramos
    Saulo Ramos says:

    Fui sócio no Castanheira. Núcleo que guardo na lembrança. Muitos amigos, gente alegre e trabalhadora. Saudades daquele tempo. Felicidades a todos sócios desse ponto de luz.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *