Núcleo Pau D’Arco, há 30 anos um grão de sonhos no Agreste Pernambucano

João Bosco de Queiroz*

| 21 maio, 2019

Fachada do Templo do Núcleo Pau D’Arco | Foto: Antônio Marcos.

O Núcleo Pau D’Arco (Caruaru-Pernambuco) comemorou 30 anos de existência em 1º de maio. Depois de muitas histórias, muito trabalho e algumas sementes plantadas em Pernambuco, Alagoas e Paraíba, esse Núcleo do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal conta hoje com mais de 50 crianças e jovens, aproximadamente 200 sócios, tendo formado 16 Mestres e uma Direção com diversas pessoas que são sócias fundadoras.

A sua história tem raízes numa Sessão que houve na cidade de Gravatá, no agreste pernambucano, em julho de 1987. Aproveitando o período de férias de julho, o Mestre Roberto Souto veio com toda a família para o Nordeste passear e rever os parentes, e chegando aqui a Pernambuco se encontrou com Isaias Guimarães, que já havia bebido o Vegetal em Manaus na década de 1970. Então os dois entraram em contato com o Dr. José Laércio do Egito (em Recife) e com o Dr. Raimundo Neto (que morava em Caruaru), porque eles já haviam bebido o Vegetal anteriormente, e marcaram uma Sessão, ficando acertado que poderiam convidar outras pessoas. Como haveria pessoas de Recife e de Caruaru, resolveram escolher a cidade de Gravatá, por ser um local intermediário entre as duas cidades. Assim, naquela Sessão, no dia 18 de julho de 1987, nasceriam as sementes dos futuros Núcleos da 10ª Região (Pernambuco, Alagoas e Paraíba) e seriam plantados os grãos de sonhos que mais tarde deram origem ao Núcleo Pau D’Arco.

>> Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Pau D’Arco

Após aquela Sessão em Gravatá e depois de algumas Sessões em Recife, em chácaras e nos consultórios do Dr. José Laércio e do Dr. Gil Brás, com pessoas de Recife e Caruaru e contando nas Sessões com a presença de Mestres de Manaus, Porto Velho, Salvador e Fortaleza, o então Mestre Central na época, Raimundo Nonato Marques, sugeriu que um Mestre de Salvador viesse cuidar do grupo no Recife. Dando total apoio à ideia, Dr. José Laércio começou a providenciar as coisas necessárias para a implantação da União do Vegetal em Pernambuco. Depois de ele adquirir uma área no município de São Lourenço da Mata, região metropolitana do grande Recife, no dia 10 de fevereiro de 1988 foi inaugurada a Distribuição Autorizada de Recife (hoje Núcleo Cajueiro), com a participação de diversos sócios que moravam em Caruaru.

Distribuição Autorizada de Caruaru

Do grupo inicial que frequentava as Sessões em Recife, havia algumas famílias de Caruaru que viajavam constantemente para assistir às Sessões e participar dos trabalhos, e sempre que possível os Mestres vindos de outros lugares viajavam até Caruaru para dirigir Sessões, nas residências do Dr. Raimundo Neto ou da família do Dr. Ernesto Queiroz. Depois de algum tempo, o então Mestre Central, Raimundo Nonato Marques, falou que tinha um irmão sanguíneo em Manaus, chamado Idevaldo Marques, que estava no Quadro de Mestres e que poderia vir a Caruaru iniciar um trabalho pela União, para evitar as constantes viagens do grupo ao Recife.

O grupo de Caruaru prontamente aceitou a ideia, providenciou as coisas que eram necessárias para a vinda dele, Idevaldo Marques, e tendo a família do Dr. Ernesto Queiroz doado um terreno próximo da cidade de Caruaru. Assim, num dia festivo e de muita alegria, foi inaugurada em 1º de maio de 1989 a Distribuição Autorizada de Caruaru (hoje Núcleo Pau D’Arco), tendo sido designado como o responsável pela DAV Caruaru o Mestre Idevaldo Marques. Estiveram presentes nessa ocasião o então Mestre Geral Representante da UDV, Raimundo Carneiro Braga (Mestre Braga), Raimundo Monteiro de Souza (Mestre Monteiro) e o Mestre Central.

O Núcleo Pau D’Arco nasceu com o objetivo de ser um lugar familiar, onde as famílias pudessem buscar verdadeiramente os valores espirituais e preservassem os princípios religiosos trazidos pelo Mestre Gabriel. Para isso, o investimento principal foi trazer a Caruaru os Mestres da Origem e as pessoas mais antigas e experientes para ensinar, e o grupo de Caruaru conhecer e aprender os ensinos e a história da União do Vegetal.

Frutos

Seguindo esse propósito, com pouco tempo, os grãos de sonhos começaram a dar os primeiros frutos e no dia 3 de fevereiro de 1993 nascia, do Núcleo Pau D’Arco, a DAV Maceió (hoje Núcleo Princesa Mariana), tendo ficado à frente dos trabalhos os Mestres Teodorico de Almeida Rocha (que foi o primeiro Mestre Representante do Núcleo Pau D’Arco, de maio de 1992 até 22 de julho de 1993) e Dietmar Saerbeck, sendo este designado como responsável pela Distribuição Autorizada de Vegetal de Maceió (AL).

Posteriormente, o Mestre José Leite, que morava no Recife e resolveu se mudar para Campina Grande (PB), veio seguir no Núcleo Pau D’Arco e, contando com o apoio da irmandade do Recife e de Caruaru, no dia 7 de setembro de 1995, foi plantada a primeira semente da União em solo paraibano, nascida do Núcleo Pau D’Arco, com a inauguração da Distribuição Autorizada de Campina Grande (hoje Núcleo Campina Grande), tendo o M. José Leite sido designado como o responsável pela DAV.

No novo milênio, o Núcleo Pau D’Arco já contava com mais de 150 sócios e mais de dez Mestres; foi quando um grupo de pessoas entendeu que era hora de expandir a União do Vegetal em Caruaru e assim, após adquirir um terreno próximo da cidade, na localidade de Terra Vermelha, foram iniciados os trabalhos de desmembramento e, no dia 21 de abril de 2006, foi inaugurado o Núcleo Mouraiá, tendo sido designado para Representante o Mestre Francisco Leite, sócio fundador e formado no Núcleo Pau D’Arco.

A próxima semente originada do Núcleo Pau D’Arco nasceu no alto sertão da Paraíba, quando um grupo de pessoas que morava ou trabalhava na cidade de Patos, e que inicialmente frequentava o Núcleo Campina Grande, resolveu se filiar e seguir no Núcleo Pau D’Arco, onde após comprar um terreno na localidade de São José do Bomfim, próximo da cidade de Patos, foi inaugurado no dia da comemoração de São Pedro, 28 de junho de 2016, o Núcleo São José, tendo sido designado para Representante o Mestre José Marcelo de Queiroz, também sócio fundador e formado no Núcleo Pau D’Arco.

Gratidão

Nossa homenagem e gratidão aos Mestres da Origem da UDV, pilares eternos e fundamentais desse Templo Sagrado que é a União do Vegetal; nosso reconhecimento aos Mestres formados pelos Mestres antigos, zeladores e trabalhadores incansáveis desta Obra Espiritual. Nossos agradecimentos aos Mestres Representantes do Núcleo Pau D’Arco: Idevaldo Marques, Teodorico de Almeida Rocha, Ernesto Queiroz, Joaquim Queiroz, Emerson de Queiroz, José Ernesto de Queiroz e João Bosco de Queiroz, por dedicarem uma parcela de suas vidas para construir, manter e zelar por este Ponto de Luz, que vem iluminando o agreste pernambucano.

Nossos sinceros agradecimentos e eterno reconhecimento aos sócios fundadores: Aldeide Marques, Ana Paula de Queiroz, Ana Rosa de Queiroz, Ana Veruza, Ernesto Queiroz Júnior, Francisco Leite da Costa, Inácia Cardoso, Joaquim José de Queiroz, José Emerson de Queiroz, José Ernesto de Queiroz, José Idevaldo Marques, José Ladjane Souza, José Luciano Góis, José Marcelo de Queiroz, José Nascimento Sales, João Bosco de Queiroz, Maria Lindalita Souza, Maria das Graças Rosal, Maria do Carmo e Raimundo Neto.

Todos plantadores dos grãos de sonhos que viraram realidade; e também aos jovens e aos filhos dos sócios fundadores que sonharam juntos conosco e que se associaram assim que inteiraram a maioridade, e que ainda hoje continuam conosco auxiliando e trabalhando neste caminho sublime de Luz, Paz e Amor.

*João Bosco de Queiroz é sócio fundador e atual Mestre Representante do Núcleo Pau D’Arco (Caruaru-PE).

11 respostas
  1. Guilherme Castro
    Guilherme Castro says:

    Lugar que proporciona a renovação do encantamento com a União do Vegetal a muitos, povo caloroso e ligado nos Ensinos do Mestre! Prosperidade a todos!

    Responder
  2. Eliane De Fátima Alves Antunes Braga
    Eliane De Fátima Alves Antunes Braga says:

    Quero desejar prosperidade e muitas alegrias e realizações a toda irmandade do Núcleo Pau D’Arco. Muito feliz por ter tido o merecimento e oportunidade de conhecer esse ponto de Luz, no sertão de nosso Brasil!

    Responder
  3. Flávia Martha Alves
    Flávia Martha Alves says:

    Que forte e lindo este Núcleo, onde tenho pessoas da mais alta estima!
    Com certeza me transformei um tanto durante o tempo em que passei com vocês. Mesmo bebendo pouca quantidade de Vegetal, encontrei uma egrégora positiva, e nas amizades o apoio necessário para caminhar em um lugar melhor dentro de mim.
    Amo esse lugar, amo vocês.

    Responder
  4. Ana
    Ana says:

    Bom dia, UDV
    Que bom saber que vocês existem!
    Vocês podem me indicar um centro na Suíça?
    Muito amor e gratidão
    Ana

    RESPOSTA
    Cara Ana,
    Somos gratos pelo seu comentário. Respondendo ao seu pedido, entre em contato através do seguinte endereço: https://udv.org.br/contato/

    Att,
    Equipe do Blog.

    Responder
  5. Augusto Chalegre
    Augusto Chalegre says:

    Grão de sonhos que vem nos dando doces frutos!
    Gratidão pela existência desse ponto de luz que há 30 anos viu plantada sua raiz no agreste pernambucano, e aos primeiros sócios que contribuíram (e contribuem) para o engrandecimento dessa sagrada obra.
    Viva o Núcleo Pau D’arco!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *