Núcleo Mestre Bartolomeu inteira 30 anos

| 8 Dezembro, 2021

Alison Godois Silveira*

Hasteamento da Bandeira (E/D): Mestre Nilto, Mestre Hardilei e Conselheira Ana | DMC/Núcleo Mestre Bartolomeu.

Neste 8 de dezembro de 2021, o Núcleo Mestre Bartolomeu (Porto Velho – RO) está inteirando 30 anos. Atualmente, o Núcleo tem 7 associados no Quadro de Mestres, 14 no Corpo do Conselho e 37 irmãos do Corpo Instrutivo e Quadro de Sócios. Contando também com crianças, jovens e alguns irmãos que ainda não são sócios, totaliza uma irmandade aproximada de 100 pessoas.

>> Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Mestre Bartolomeu.

Tudo começou quando surgiu a necessidade de se criar um local para atender um grupo de 16 pessoas que moravam na zona leste da Capital, hoje bairro Socialista, e eram sócias no Núcleo Estrela do Norte. Naquele tempo, como o bairro ainda estava em formação, ficava distante das áreas mais centrais da cidade. E como peregrinos, que percorrem longos caminhos com um propósito, os primeiros irmãos deram início a construção de um novo ponto de luz. Mestre Jorge Elage, na época integrante do Corpo do Conselho, lembra como tudo aconteceu:

“Eu tinha uma Pampa, e toda Sessão levava e trazia na carroceria um grupo para participar das Sessões no Núcleo Estrela do Norte. Aí, um dia, a Irmã Francisca deu a ideia de abrir uma distribuição de Vegetal no bairro onde aquelas pessoas moravam, inclusive ela. Achei a ideia boa e falei com o Mestre Braga que era o Mestre Geral Representante na época. Ele falou que se tivéssemos o terreno, ele autorizava”.

Em 12 de setembro de 1991, começaram os trabalhos de construção e neste dia o lote foi cercado, com estacas doadas pelo Mestre Braga (à época, ocupando o cargo de Mestre Geral Representante), e no outro dia o material para levantar as paredes do templo já foi deixado no terreno. Em trinta dias de muito trabalho foi erguido o primeiro Templo: piso, quatro paredes (sem reboco), cobertura e salão sem portas e janelas.

A Sessão da “Cumeeira”

No dia 12 de outubro, do mesmo ano, foi realizada neste local a festa do dia das crianças e a primeira Sessão que ficou memoravelmente lembrada pelos irmãos como a “A Sessão da Cumeeira”, pois o salão, ainda inacabado, tinha apenas as paredes e a cobertura. Mestre Nilto Paiva Silveira, na época integrante do Corpo do Conselho, lembra:

“Durante um tempo, a energia elétrica utilizada para fazer a Sessão era gerada a partir da bateria de uma Toyota Bandeirantes que eu tinha e toda Sessão levávamos e trazíamos as cadeiras e as telhas do banheiro, porque se deixássemos lá, a vizinhança levava.

Inauguração

E após muita luta e união dos irmãos, em 8 de dezembro de 1991, dia da Nossa Senhora da Conceição, um feriado nacional na época, foi realizada a 1ª Sessão oficial como Distribuição Autorizada de Vegetal, sendo o Mestre Jorge Elage (reconduzido ao Quadro de Mestres em 12 de Novembro de 1991) o responsável. No ano de 1996 passou a se chamar Pré-Núcleo Irmão Bartolomeu – como uma forma de homenagear o Mestre Bartolomeu, que  no início da década de 80 cativou Jorge Elage e Nilto no começo de suas caminhadas na União do Vegetal em Ariquemes (RO). Em 8 de dezembro de 2003  foi elevado a Núcleo Mestre Bartolomeu. Mestre Nilto assumiu a Representação em 06 de março de 1998 e cumpriu mais três mandatos como Mestre Representante. Também foram Representantes os Mestres: Celso Bonazone, Francisco Evaldo (Dinho), Vanderlei Godois Silveira, Magno Almeida Ramos e, atualmente, José Borges.

*Alison Godois Silveira é integrante do Corpo do Conselho e monitor do DMC do Núcleo Mestre Bartolomeu (Porto Velho – RO).

4 respostas
  1. Vanessa Lemos
    Vanessa Lemos says:

    Bonito conhecer um pouco dessa história com tanto tempo de dedicação, iniciado com simplicidade e o querer de uma irmandade.
    Que a Direção e irmandade do N. Mestre Bartolomeu continue recebendo a luz do nosso Guia na continuidade dessa Obra Sagrada, com Luz, Paz e Amor!

    Responder
  2. Wolney Ricardo
    Wolney Ricardo says:

    Faço votos de prosperidade ao Nucleo Mestre Bartolomeu, que essa historia inspire nossa irmandade para continuar semear esse caminho que Mestre Gabriel nos ensina.

    Responder
  3. Azilda H. Cordahi
    Azilda H. Cordahi says:

    Desejo ao Núcleo M. Bartolomeu e toda a dedicada Irmandade mais um Feliz Aniversário.
    Que esse ponto de Luz continue crescendo, progredindo e auxiliando todos que ali chegarem.
    Minha gratidão especial aos primeiros que chegaram e deram início a esse trabalho, como M. Jorge Elage, M. Nilto, C. Creuza, C. Ana dos quais recordo-me vivamente desde os tempos de Ariquemes, Ro. Assim com aos vieram chegando e unindo forças, dando continuidade a esse belo trabalho e missão.
    Meu abraço carinhoso e fraterno à todos.
    Ano que vem, 2022, quem sabe, poderei visitá-los nessa ocasião especial.
    Feliz Aniversário, meus irmãos.
    Que M. Gabriel continue proporcionando-lhes a Luz, a Paz e o Amor.

    Azilda Helena Cordahi (do Nascimento)

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *