Núcleo Mestre Ramos inteira 36 anos

*Antonina Silveira

Irmandade do Núcleo Mestre Ramos, em 1983 | DMD/Núcleo Mestre Ramos.

No início tinha tudo por fazer, mas o Mestre acendeu corações valorosos e despertou no interior de cada irmão, a necessidade de continuar conduzindo essa centelha de amor em frente. E graças ao Mestre, tiveram dentro de seus corações sempre a certeza de que a boa semente lançada em terra fértil prospera e multiplica.

Em 23 de dezembro de 1979, na cidade de Ariquemes-RO, aconteceu a primeira distribuição de Vegetal na residência do senhor Ariston da Silveira. Mestre Bartolomeu Pinheiro do Nascimento (um Mestre formando pelo Mestre Gabriel), Eduard Alois Baldi Magalhães, Tânia Griffo Almeida Magalhães, Ivanilda Pereira da Silva, Geni Panizzi de Souza e Simão Pereira da Silva participaram da sessão. A partir daí, já com a presença de mais alguns irmãos, o Vegetal continuou a ser distribuído na biblioteca, bicicletaria Fênix, frutaria Teixeira, na residência do irmão Eduard e na residência do Mestre Bartolomeu.

                      Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Mestre Ramos no site da UDV.

No dia 26 de junho de 1980, foi fundado o Núcleo Mestre Ramos em Ariquemes-RO, tendo como Mestre Representante o Mestre Bartolomeu. Iniciou com os seguintes sócios fundadores: Ariolando Melgaço Reis, Carlos Roberto de Souza Costa, Carmilde Queiroz Oliveira Costa, Dorico José Malleto, Eduard, Eliziário Pedro da Silva, Gilvandro Augusto da Silva, Geni, Inácia Romero do Nascimento, Ivanilda, José Carlos de Mattos, José Mário, Leonildo Geraldo Rigoni, Marcela Duarte da Silva, Maria Izabel Garcia, Maria Vilanir Carmuça de Queiroz, Nesclar Panerari, Onilde Fornazieri, Palmira Rigoni, Raimundo Xigefredo Queiroz, Simão, Tânia, Walmir Almeida e Wilson Teixeira.

Neste dia foi eleita em Assembléia Geral Extraordinária a primeira Diretoria Provisória, sendo como primeiro Presidente o irmão Eduard. Na gestão do Mestre Bartolomeu, a primeira pessoa a chegar ao Quadro de Mestre foi o Mestre Simão, que iniciou a comungar o Vegetal no Núcleo Mestre Gabriel em Porto Velho-RO. Ainda na gestão do Mestre Bartolomeu, recebeu a estrela de Mestre, o Mestre Gonsalves, que dentre os irmãos que iniciaram a comungar o vegetal em Ariquemes, foi a primeira pessoa a receber este grau.

Crescimento

Sempre com muita dedicação, a irmandade se empenha na aquisição do terreno onde hoje está o Núcleo Mestre Ramos. É de se lembrar o esforço da irmã Geni Panizzi, que consegue junto a prefeitura a doação deste terreno. Ressaltando que, quando o Núcleo recebeu esta área, a vegetação que a compunha era de mata fechada, mas com o auxílio pioneiro dos irmãos foi sendo aberto, dando início a construção do templo provisório, onde hoje é a casa do preparo. Outra aquisição importante foi à área para o plantio e cultivo de mariri e chacrona, sendo o Núcleo Mestre Ramos o primeiro núcleo da União do Vegetal a cultivar o plantio de mariri e chacrona numa área própria. Esta área onde hoje temos o plantio, foi doada pelo irmão Carlos Alberto Oliveira (Carlito) e Dietmar Saerbeck a quem externamos nossa gratidão. O Núcleo Mestre Ramos é o 8º núcleo da UDV e recebeu esse nome em homenagem ao Mestre Antônio Domingos Ramos, o qual recebeu a estrela de Mestre das mãos do Mestre Gabriel em 1966. De acordo com os documentos do Centro, o Mestre Ramos é o 3º Conselheiro na UDV.

Durante a trajetória do Núcleo Mestre Ramos até a presente data, o mesmo já pôde contar com os seguintes Mestres Representantes: Mestre Bartolomeu, Mestre Gonsalves, Mestre Pedro, Mestre Nesclar, Mestre Francisco de Assis, Mestre Ednaldo, Mestre Ezequias, Mestre Ribamar, Mestre Vilmar e Mestre Leonildo. Em 10/02/1984, Marilda Izilda Sanches Martins foi a primeira irmã a ser convocada para o Corpo do Conselho no Núcleo Mestre Ramos.

Antes de ser autorizada a Distribuição de Vegetal de Alto Paraíso-RO, os irmãos daquela localidade eram sócios do Núcleo Mestre Ramos, após ser autorizada, houve a transferência dos sócios e para a DAV, onde hoje é o Núcleo Alto Paraíso no município de Alto Paraíso-RO. O segundo núcleo de Ariquemes, o Luz do Caminho, é um desmembramento do Núcleo Mestre Ramos.

Gratidão

Queremos expressar gratidão aos Mestres Sidon, Adamir, Francisco Herculano, José Luíz e Braga que sempre estiveram presentes visitando o Núcleo Mestre Ramos, trazendo suas boas orientações. Alguns deles, ainda em nosso convívio, continuam nos apoiando e auxiliando nesta sagrada obra.

A responsabilidade dos irmãos que iniciaram os trabalhos em Ariquemes é grande e vem também se multiplicando gradativamente. Hoje, pode-se perceber que a vontade se transformou em realizações. É o sonho de ver a União do Vegetal em Ariquemes se concretizado.

Nesta data, onde a emoção é grande, porque cheios de gratidão somos também beneficiados pela sementinha que deu fruto, queremos também fazer o mesmo. Aqui aprendemos que para todo bem que se puder fazer, o retorno é em dobro.

         FELIZ ANIVERSÁRIO NÚCLEO MESTRE RAMOS!

*Integrante do Corpo do Conselho do Núcleo Mestre Ramos. O texto em homenagem ao Núcleo Mestre Ramos traz a sua assinatura, mas contou também com a participação ativa dos membros da direção e irmandade do Núcleo Mestre Ramos, aos quais externamos nossa gratidão e sinceros votos de Luz, Paz e Amor.

Pesquisa das fotos históricas: Djalma Reis Junior, integrante do Quandro de Mestres do Núcleo Mestre Ramos.

4 respostas
  1. Manoel Augusto Santos Reis
    Manoel Augusto Santos Reis says:

    Com o coração bem alegre e feliz que festejo esta data, e me transporto aos inícios desta obra. Não fui um sócio fundador, mas cheguei ainda na administração do Mestre Bartolomeu que em seguida foi para Goiânia e o Mestre Gonsalves continuou como Representante. Eu morava na Mineração Jacundá e era sócio em Porto Velho. Morava na metade do camindo entre Porto Velho e Ariquemes e por ocasião da transferência de Sede Geral para Brasília eu fui para o Nucleo Mestre Ramos em Ariquemes onde cheguei ao CI / CDC / QM. Dei a minha parcela de colaboracão e acompanhei muito das lutas de cada um pra realização desta obra. Externo a minha gratidão à todos os Mestres que contribuíram com o nosso aprendizado e nos clareando, mostraram esse caminho de Luz, Paz e Amor. No início, conheciamos muito pouco, mas com muita vontade de aprender. Contamos com o auxílio desses Mestres antigos como dizíamos, porque ainda não existia o Conselho da Recordação dos Ensinos do Mestre Gabriel. Hoje, moro em Manaus, e atualmente Mestre Representante do Núcleo Águas Claras, mas, muito do que aprendi no início do caminho guardo no coração e continuo nesse caminho.

    Manoel Augusto Santos Reis, Núcleo Águas Claras (Manaus-AM)

    Responder
  2. aurenio candido da silva
    aurenio candido da silva says:

    Estive em Ariquemes em 1992,sou de Recife-PE. Bebi o vegetal pela 1ª vez em Campo Novo Do Oeste e algum tempo depois continuei em Ariquemes, onde conheci o Núcleo Mestre Ramos e o Mestre Representante Nesclar Panerare.. Voltei para Recife em dezembro de 92. Foi uma boa experiência para mim. Desejo felicidades à irmandade do Núcleo Mestre Ramos. Vamos em busca de um novo tempo. Luz,paz e amor à todas as nações.

    Aurenio Candido, sócio no Núcleo Cajueiro (Recife-PE)

    Responder
  3. Gemima
    Gemima says:

    É grande a felicidade que sinto em conhecer um pouquinho da história do Núcleo Mestre Ramos, mais um lugar que a luz do Mestre ilumina. Desejo muitas felicidades à todos.

    Votos de luz, paz e amor.

    Gemima, sócia do Núcleo Mestre Constantino – 16ª Região.

    Responder
  4. Inácia Rero do Nascimento
    Inácia Rero do Nascimento says:

    Parabéns! para o Núcleo Mestre Ramos e toda a irmandade. Gratidão a todos os Mestres que contribuíram com nosso o aprendizado, nos mostrando o caminho da Luz, Paz e Amor. Guardo na memória todos os momentos que vivi e convivo com todos. Que o Mestre continue a nós iluminar com Luz, Paz e Amor. Felicidades à todos.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *