Ceará institui 22 de julho como Dia da Paz e da Conciliação

Giuliano Villa Nova*

| 19 julho, 2018

O Estado do Ceará instituiu oficialmente o dia 22 de julho como o “Dia da Paz e da Conciliação”. No dia 5 de julho deste ano, a Lei N.º 16.596 foi publicada no Diário Oficial do Estado do Ceará. O projeto, de autoria do deputado Manoel Raimundo de Santana Neto (Dr. Santana), foi aprovado por unanimidade na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa do Ceará e sancionado pelo governador Camilo Santana.

Oito Estados, o Distrito Federal e 26 municípios já instituíram o dia 22 de Julho como o Dia da Paz e da Conciliação. Além do Ceará, integram essa lista, até agora, os Estados do Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Roraima.

A iniciativa de propor o projeto de lei à Assembleia Legislativa partiu do Mestre José Hélio Ferreira dos Santos, que atualmente é Presidente do Núcleo Tucunacá (Caucaia, CE). Há cerca de um ano, ele procurou os meios legais para tornar o dia do aniversário da UDV (22 de julho) uma data reconhecida no Estado do Ceará – onde estão oito Núcleos do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal.

 “Em 2010, chegou a notícia de que o Estado do Amazonas instituiu o dia 22 de julho o Dia da Paz e da Conciliação. Desde aquele momento, senti um forte desejo de ver o meu Estado, o Ceará, também fazer esse reconhecimento, mas naquele tempo eu não tinha nenhuma ligação com autoridades que me permitissem realizar este sonho”, conta Mestre Hélio.

Em 2017, Mestre Hélio, juntamente com mais alguns integrantes da UDV no Ceará, procuraram o deputado Dr. Santana e a solicitação foi prontamente atendida. O projeto foi recebido pela Assembleia Legislativa em fevereiro deste ano e passou pelos trâmites legais, tendo sido lido em plenário e enviado para a mesa diretora.

No dia 3 de julho, chegou a notícia de que o projeto seria votado naquele mesmo dia na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ). A votação foi acompanhada pelo Mestre Hélio e também pelos Mestres Silvio Mendonça Gomes e Ascelino Teixeira Mendes (ambos associados ao Núcleo Tucunacá).

Durante a votação, não houve questionamento. Pelo contrário. Foi proposto pelos parlamentares que o processo corresse o mais breve possível, para que a lei fosse assinada pelo governador antes do recesso parlamentar.

Dessa forma, o dia 22 de julho deste ano já estará sendo comemorado também no Ceará como Dia da Paz e da Conciliação, com um significado ainda maior para os associados do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal no Estado.

“Expresso a minha gratidão e reconhecimento a todos que colaboraram para chegarmos a esse momento, e que este acontecimento nos alimente de força e esperança para trabalharmos ainda mais na construção dessa Obra e da Paz que tanto buscamos”, comemora Mestre Hélio.

*Giuliano Villa Nova é integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Tucunacá e Vice-Diretor de Comunicação Interna do DMC-DG.

3 respostas
  1. Leonardo Goulart
    Leonardo Goulart says:

    Parabéns aos irmãos que se empenharam neste nobre feito!
    Faço votos que em um futuro próximo está seja uma data comemorada nacionalmente em todos os Estados e municípios da federação!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *