Projeto Agrofloresta nos Plantios da UDV chega a Minas Gerais

Felipe Jacome*

| 19 junho, 2019

Equipe de plantadores da 12ª Região reuniram em um fim de semana de muito trabalho para inauguração de Unidade Administrativa | Foto: Claudia Labiapari.

O Departamento de Plantio e Meio Ambiente (DPMA) do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal implantou, entre 24 e 26 de maio de 2019, no Núcleo Santana do Paraíso (Santana do Paraíso-MG), a Unidade Demonstrativa de Sistemas Agroflorestais da 12ª Região (Minas Gerais). A unidade servirá de modelo para 12 Núcleos e uma Distribuição Autorizada de Vegetal (DAV), quanto à melhor forma de plantar e cultivar o Mariri e a Chacrona (plantas utilizadas no preparo do Chá Hoasca), espécies lenheiras e alimentícias.

A implantação ocorreu em meio à programação de um curso de agrofloresta, que reuniu cerca de 70 pessoas e contou com a participação do diretor adjunto do DPMA, Mauro Carneiro (Mestre Representante do Núcleo Flor Divina – Fortaleza-CE); do Mestre Central da 12ª Região, Fabrício Drumond; e do coordenador regional do Departamento, José Agostinho Amato Condé (integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Flor Encantadora – Sabará-MG). Ao longo do curso, ministrado pelos instrutores Nilso Gessé (QM, Núcleo Santana do Paraíso – Santana do Paraíso-MG) e Rafael Cavalcante (membro do Corpo do Conselho do Núcleo Rosa Divina – Teófilo Otoni-MG), foram realizadas algumas oficinas, palestras, rodadas de conversas, dinâmicas e muito trabalho de campo.

A UDV decidiu adotar esse sistema em seus Plantios porque é o melhor e o mais viável modelo. “Ele permite o desenvolvimento do Mariri, da Chacrona e também de espécies lenheiras em um ambiente que reproduz o ecossistema original das nossas Plantas Sagradas”, explica Mauro Carneiro. Nos locais onde o Sistema Agroflorestal é implantado, aumenta-se a biodiversidade, propiciando mais nutrição e vida ao solo e, consequentemente, mais saúde e vitalidade às plantas e a todo o sistema biológico.

Saúde das Plantas

Agostinho Condé destacou a importância da implantação da unidade como forma de propagar aos Núcleos da UDV técnicas reconhecidas, que contribuem de forma significativa para saúde das plantas utilizadas na preparação do Chá Hoasca. Informou que está contando com o apoio de toda a irmandade da 12ª Região nos trabalhos do Departamento de Plantio e Meio Ambiente. Agradeceu também à Direção do Núcleo Santana do Paraíso e seu Mestre Representante, João Magno.

Fabrício Drumond lembrou da qualidade do terreno escolhido para a implantação da unidade e agradeceu o trabalho desempenhado pela equipe do DPMA de toda a Região. “Que este trabalho seja abençoado pelo Mestre Gabriel, que possamos colher bons frutos, com dedicação, carinho e com amor […] Estamos percebendo a importância que tem o Plantio. Muitas pessoas estão se apropriando disso também. Temos muitos irmãos talentosos, que podem contribuir e transmitir o que está sendo ensinado aqui”, destacou o Mestre Central.

Local escolhido

O Núcleo Santana do Paraíso foi escolhido por unanimidade pelo Conselho da Administração Central (Conace) da 12ª Região para sediar a Unidade Demonstrativa, devido ao trabalho de Plantio lá realizado e pela boa localização. O Núcleo fica situado na região do Vale do Aço, próximo ao Parque Estadual do Rio Doce, em uma área remanescente do bioma da Mata Atlântica. Nos seus 30 hectares de área, encontram-se espécies nativas e nascentes de água preservadas a partir de um trabalho que vem sendo realizado há 20 anos pela irmandade da União do Vegetal.

*Felipe Jacome é integrante do Corpo Instrutivo do Núcleo Flor Encantadora (Sabará, MG). 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *