Mestre Anchieta recebe Título de Cidadão da Cidade de Salvador

Honraria foi concedida pela Câmara dos Vereadores pelo trabalho desenvolvido na União do Vegetal

Luisa Torreão*
Mariana Melo**

| 24 Novembro 2017

Título de Cidadão da Cidade de Salvador foi uma iniciativa do vereador Hélio Ferreira | Foto: Luciano Oliveira

No dia 14 de novembro de 2017, uma Sessão Solene na Câmara Municipal de Salvador (BA) marcou a entrega do Título de Cidadão da Cidade de Salvador a José de Anchieta Torreão de Sá, membro do Conselho da Administração Geral (Conage) da UDV, que assumirá o cargo de Mestre Assistente Geral do Centro no próximo triênio (2018-2021).

A homenagem, de iniciativa do vereador Hélio Ferreira (PCdoB), é um reconhecimento ao trabalho de José de Anchieta que, como Mestre da União do Vegetal, vem contribuindo para a melhoria da vida das pessoas. “Mesmo num momento de crise, há pessoas que vêm com uma mensagem de acalento ao próximo. José de Anchieta Torreão de Sá merece esta honraria, e muito mais pelo trabalho que tem feito em Salvador, na Bahia e no Brasil”, destacou o parlamentar durante a Sessão Solene.

Natural de Campina Grande (PB), Anchieta, como é mais conhecido pelos amigos e familiares, mora em Salvador desde 1969. “Meus filhos e netos nasceram aqui e eu já era cidadão da cidade de fato. Agora, sou de direito”, disse ele em seu discurso. “É uma grande honra ser homenageado pela Câmara Municipal de Salvador, a primeira instituída no Brasil”, afirmou.

Casado com Aurenita Marques Torreão Sá, Mestre Anchieta tem três filhos e quatro netos. Foi Mestre Representante do Núcleo Apuí (Lauro de Freitas – BA) por algumas gestões e Mestre Central da 4ª Região (Bahia e Sergipe) por cerca de 10 anos. Em seu discurso, o homenageado elevou o nome do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal como bastião de suas ações e de sua transformação espiritual, sem a qual, segundo ele, não estaria recebendo aquele título.

Anchieta destacou também a importância do que considera serem duas grandes “colunas de sustentação” da UDV: os trabalhos da Beneficência e da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico. Ele reconheceu ainda a importância dos primeiros irmãos e o valor da pessoa que o recebeu na União do Vegetal e lhe deu o Chá Hoasca pela primeira vez: Raimundo Nonato Marques.

Noite de festa

A noite de festa e alegria foi abrilhantada pela presença de amigos e integrantes da UDV. Compondo a Mesa de Autoridades, estavam os membros do Conselho da Recordação dos Ensinos do Mestre Gabriel, Jair Gabriel da Costa e Raimundo Monteiro de Souza – este convidado a entregar o Título de Cidadão Soteropolitano ao Mestre Anchieta, junto com a esposa dele, Aurenita Torreão Sá.

Também integraram a Mesa o Secretário de Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia, José Vivaldo Mendonça; a Desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, Lealdina Torreão; a vereadora Marta Rodrigues (PT); a Presidente da Academia de Letras da Bahia, Evelina Hoisel; a Professora da Universidade Federal da Bahia, Antônia Herrera, o empresário Ivan Evangelista e o advogado Sérgio Régis – integrante do Quadro de Mestres da UDV, que propôs a indicação do título ao vereador Hélio Ferreira.

Os discursos marcaram o coração da irmandade presente pela trajetória deste novo cidadão soteropolitano como bom amigo, irmão, pai de família e companheiro; Mas, principalmente, como Mestre da UDV, lugar que ocupa há 36 anos, de um total de 40 anos de caminhada na União do Vegetal.

“Desde que chegou a Salvador, Anchieta tem se dedicado, nestes anos todos, a um trabalho de espiritualidade em prol dos baianos”, enfatizou a Presidente da Academia de Letras da Bahia, Evelina Hoisel. “Pela atuação como líder espiritual, pregador de uma cultura fraterna em uma cidade que a cada dia mais necessita de cultivadores da Paz, a concessão deste título é um justo reconhecimento”, destacou o Diretor Cultural e integrante do Quadro de Mestres da UDV, Maurício Corso.

A cerimônia contou ainda com a exibição do vídeo institucional da União do Vegetal, apresentando o trabalho do Centro, e com apresentações artísticas. Entre elas, poemas recitados pelo ator Jackson Costa, e músicas cantadas por Sandra Arléo e Flávia Wenceslau, que encerrou a noite com uma performance marcante da música Catingueira, consagrada na voz da cantora Marinês.

* Luisa Torreão é integrante do Corpo do Conselho do Núcleo Apuí (Lauro de Freitas-BA, 4a Região); 
** Mariana Melo é integrante do Corpo do Conselho do Núcleo Luz de Maria (Campo Grande – MS, 13a Região).

11 respostas
  1. Antonio Leal
    Antonio Leal says:

    Que essa merecida homenagem , possa reafirmar uma vida de servir levando a bandeira da luz, da paz e do amor que transforma o homem mundano em Ser Humano de Verdade, podendo construir o paraíso na Terra para reinar a Paz objetivada pelo Mestre Gabriel. Saudações querido Mestre Anchieta.

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta