União do Vegetal é tema de tese de doutorado

| 15 janeiro 2018

Flávia Ilíada*

Tese de doutorado foi defendida da Universidade de Brasília | Foto: Salomão Marques.

Um amplo estudo a respeito do chá Hoasca e do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal foi submetido à aprovação de uma banca de doutorado do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB). A pesquisa foi desenvolvida pelo sócio do Núcleo Fortaleza (Fortaleza-CE), Patrick Walsh Neto**, e defendida e aprovada em 8 de dezembro de 2017.

Sob o título “O Exemplo na Vida de Quem Prega: uma análise do campo ayahuasqueiro feita a partir e com os sócios do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal”, a tese é um compilado de mais de 400 páginas, com informações a respeito de diferentes aspectos ligados ao Vegetal (denominação do chá Hoasca pela UDV) e a sociedade criada por José Gabriel da Costa, o Mestre Gabriel, como é conhecido entre seus discípulos.

No estudo, o pesquisador mapeou a história do uso das substâncias psicoativas na história da humanidade, os aspectos benéficos da farmacologia do uso da ayahuasca, o processo de institucionalização da União do Vegetal e a regulamentação do uso ritualístico do Chá Hoasca no Brasil – acontecimentos que se cruzam pelo protagonismo da UDV frente às autoridades do Brasil e de outros países.

Patrick passou os últimos cinco anos realizando mais de 100 entrevistas com pessoas que conheceram o Mestre Gabriel, mestres da segunda geração da UDV – formados pelos Mestres da Origem – e outras pessoas de fora da União do Vegetal, ligadas à legalização do chá. O pesquisador realizou, também, uma pesquisa quantitativa com mais de 200 sócios do Núcleo Fortaleza.

Durante a arguição, um dos doutores da banca identificou Mestre Gabriel como um líder carismático, que talvez fosse ignorado em outros contextos. A pesquisa apontou o contrário: “Mestre Gabriel não passou despercebido em nenhum lugar, até mesmo quando ainda não era o Mestre Gabriel”, afirmou Patrick Walsh.

Importância para o Centro

Para o desenvolvimento do estudo, Patrick contou com o apoio e a autorização da Representação Geral do Centro, tendo submetido seu projeto à Comissão Científica da Diretoria Geral. “Um dos cuidados que tive foi apresentar a União do Vegetal sem entrar nos ensinos da doutrina do Mestre Gabriel, respeitando a tradição oral da religião”, frisou o pesquisador.

Esse é o primeiro estudo desse porte, realizado por um sócio da União do Vegetal, tendo o Centro como tema central, cujo pesquisador se coloca como um membro da religião, ou seja, uma pesquisa científica com um olhar de dentro para fora da Instituição. Um marco para a União do Vegetal no campo acadêmico, que servirá como base para futuras pesquisas a respeito do Centro.

*Flávia Ilíada é integrante do Corpo do Conselho e monitora do Departamento de Memória e Comunicação (DMC) do Núcleo Estrela Matutina (Brasília-DF);

**Patrick Walsh é integrante do Corpo Instrutivo e monitor do Departamento de Memória e Comunicação (DMC) do Núcleo Fortaleza.

27 respostas
  1. Bia Lopes
    Bia Lopes says:

    Sensacional! Parabéns ao Patrick por toda a dedicação e pelo trabalho, realmente novos tempos estão chegando…que seja inspiração para tantos outros. A produção científica dentro do Centro é de grande importância.

    Responder
  2. Miguel Salum
    Miguel Salum says:

    Assim a União do Vegetal vem fortalecendo-se enquanto instituição. Comprovando cientificamente a Verdade transmitida pelo nosso Mestre e os Benefícios que ela vem trazendo para tantos, de forma ordeira e firme.

    Responder
  3. Miguel Salum
    Miguel Salum says:

    É possível ter acesso à tese? Se sim, como?
    Grato

    RESPOSTA: Prezado Miguel, em breve a Universidade de Brasília disponibilizará a tese e reproduziremos o link aqui na matéria.

    Responder
  4. Rui Boeira
    Rui Boeira says:

    O Patrick sempre demonstrou dedicação aos estudos dos ensinos e ao Centro, tanto no Núcleo Fortaleza, onde frequenta atualmente, quanto às suas tarefas ligadas a União por onde anda. Assim como em sua vida profissional e pessoal. Esse bom trabalho é resultado do seu empenho e seriedade. Parabéns!

    Responder
  5. Almir Nahad
    Almir Nahad says:

    Felicitações ao pesquisador pela dedicação e pelos frutos de seu trabalho. Faço votos que outros acadêmicos sócios do Centro sigam seu exemplo e selecionem temas tambem relevantes para desenvolver pesquisas com a necessária isenção científica.

    Responder
  6. Neila Fariello
    Neila Fariello says:

    Prezad@s, bom dia! Primeiro quero parabenizar o pesquisador e todas as pessoas envolvidas pela iniciativa, um belo trabalho. Em seguida, quero saber se já é possível ter acesso à tese completa.

    Abraço fraterno LPA

    RESPOSTA: Prezada Neila, em breve a Universidade de Brasília disponibilizará a tese e reproduziremos o link aqui na matéria.

    Responder
  7. Alexandre Cardoso
    Alexandre Cardoso says:

    Como posso ter acesso a tese completa para poder ler na íntegra?
    Gostei do tema e da reportagem, parabéns ao Patrick.

    RESPOSTA: Prezado Alexandre, em breve a Universidade de Brasília disponibilizará a Tese e reproduziremos o link aqui na matéria.

    Responder
  8. Lucyana Brandão
    Lucyana Brandão says:

    Parabéns ao pesquisador e irmão hoasqueiro.
    A sua conquista vem impulsionar outras buscas e abrir novos horizontes, sempre apontando para um futuro luminoso. Parabéns e sucesso!

    Responder
  9. Paulo Afonso Conde
    Paulo Afonso Conde says:

    Muito importante essa pesquisa para o nosso Centro.
    Espero que novas pesquisas semelhantes possam vir confirmando essa Obra tão fina do nosso Grande Mestre.
    Da nossa parte continuaremos apoiando trabalhos como esse.

    Responder
  10. Maria celia Xavier furtado
    Maria celia Xavier furtado says:

    Gostei de seu tema venho fazendo um estudo sobre os sentidos no âmbito da meditação, contemplação e borracheira baseado na minha experiência penso que isto que pesquisou seja interessante e me de um suporte. Sua tese será publicada❓

    RESPOSTA: Prezada Maria, em breve a Universidade de Brasília disponibilizará a Tese e reproduziremos o link aqui na matéria.

    Responder
  11. Nilo Sérgio de Melo Diniz
    Nilo Sérgio de Melo Diniz says:

    Parabéns ao Patrick! Esse encontro entre religião e conhecimento acadêmico é um movimento importante em acordo com ensinos e profecias do Mestre.
    Um dia quero ler esse trabalho.

    Responder
  12. Miguel Angelo
    Miguel Angelo says:

    Parabéns!
    Esso elo da religião com a ciência, é muito importante para a humanidade.
    Esse trabalho vem trazer muitos reflexos positivos para a expansão da UDV. E ao conhecimento a respeito do Vegetal para aqueles que ainda não tiveram o contacto com a bebida sagrada.

    Responder
  13. Marcio Cardenuto
    Marcio Cardenuto says:

    Da Tese à Demostração.
    Parabéns Patrick por mais essa.
    Creio que a amostra seja espelho dos demais 200 Núcleos da UDV.
    Aguardamos a divulgação.

    Responder
  14. Ricardo Martins de Rezende
    Ricardo Martins de Rezende says:

    Parabéns Patrick pela tese de doutorado. Desejo que seu trabalho seja espelho e norteador para outros que virão. Quero ler seu trabalho e quando tiver o link da pesquisa favor disponibilizar para os sócios.

    Responder
  15. Lita Passos
    Lita Passos says:

    Parabéns, Dr.Patrick, pelo tema e pesquisa, todos nós ganhamos com esse trabalho, eu também fico aguardando a disponibilidade do texto pela Universidade para uma grata leitura. Viva a UDV, luz e força aos irmãos!

    Responder
  16. Daniel N Canargo
    Daniel N Canargo says:

    Parabéns pelo trabalho, como podemos ler o estudo? Fiquei interessado pra ver a pesquisa e os resultados, é claro, um ótimo material pra ter registrado

    Responder
  17. Renato Barbosa
    Renato Barbosa says:

    Importante!!! Esse interesse e pesquisa científica pelo chá Hoasca e pela nossa sociedade. Ratificando nos meios acadêmicos a palavra do nosso guia espiritual, Mestre Gabriel. Parabéns, Patrick!!! Gratidão a Representação Geral pelo apoio a esse belíssimo trabalho!!!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *