Projeto de coleta seletiva conscientiza irmandade

Núcleo Rei Salomão reduz quantidade de lixo orientando a destinação correta dos resíduos.

| 11 janeiro 2018

Mateus Moreira*

Através da destinação correta de resíduos, a irmandade do Núcleo Rei Salomão reduziu de 245 para 125 litros a produção de lixo após as Sessões | DMC/Núcleo Rei Salomão.

Uma ação simples e eficiente, promovida pela Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, reduziu significativamente a produção de lixo gerado no Núcleo Rei Salomão (Betim-MG). A iniciativa, que está mobilizando todos os sócios, conseguiu diminuir a quantidade de resíduos gerados nos lanches após as Sessões de 245 para 125 litros, uma redução que traz benefícios para o meio ambiente e, por consequência, para as pessoas.

Considerada o braço ecológico do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, a Novo Encanto atua nos Núcleos da UDV, através das suas monitorias, promovendo ações de conscientização ambiental e de preservação da natureza.

No Núcleo Rei Salomão, foi realizado um mapeamento minucioso de cada descarte. Após catalogar a procedência e o destino de cada produto jogado no lixo, foram confeccionadas placas sobre as lixeiras informando a respeito dos resíduos que cada recipiente comporta. A sinalização clara e objetiva das lixeiras facilitou a seleção do que realmente deve ser descartado, do que pode ser reciclado e do que pode ser reutilizado posteriormente como adubo orgânico, por exemplo.

Conscientização

A ação foi idealizada pela Monitoria da Novo Encanto no Núcleo, a partir da iniciativa da sócia Andréa Fróes, integrante do Corpo Instrutivo, que é bióloga e trabalha há 25 anos na área de gestão de resíduos na Prefeitura de Belo Horizonte. “O mais importante neste trabalho é a conscientização, pois, quando a gente dá o destino correto para nosso lixo, estamos contribuindo com a melhoria do meio ambiente”, explica.

Alinhado com esse mesmo pensamento, o biólogo e também sócio do Núcleo, Lucas Tameirão, ressalta que essa iniciativa ainda desperta a atenção a respeito do lixo produzido em nossas próprias casas. “Com este trabalho, a gente pode se conscientizar mais do que estamos produzindo de lixo. É um caminho para reduzirmos os resíduos, e aprendermos a usar de forma mais sustentável os recursos do nosso planeta”, destaca.

Andréa Fróes, por sua vez, vai mais além, e faz uma associação entre a limpeza externa e interna: “Tratar os resíduos de forma adequada, levando cada lixo para o lugar correto, é uma forma de cuidarmos do nosso espaço externo, e isso é reflexo também da limpeza interior que tanto buscamos em nosso Centro”, conclui.

Assista o vídeo abaixo e conheça mais deste trabalho:

*Mateus Moreira é integrante do Corpo Instrutivo do Núcleo Rei Salomão (Betim-MG) e Assessor Regional de Comunicação da Novo Encanto na 12ª Região.

3 respostas
  1. Luiz Guilherme Nascimento
    Luiz Guilherme Nascimento says:

    Trabalho muito importante desenvolvido pelos irmãos de Belo Horizonte. Aqui no Núcleo Príncipe Ancarilho fazemos também a coleta seletiva e a parte de resíduos orgânicos vão para a compostagem. À frente dos trabalhos, a irmã Juliana entrou em contato com uma associação de catadores e todo o lixo reciclável é recolhido por essa associação. Também nos incentivou a fazer isso em nossas residências e levar para o Núcleo para também ser recolhido. Pra mim, isto é uma parte de nossa evolução espiritual. Parabéns a todos e que estas iniciativas se espalhem por toda União.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *