Segundo do Rio de Janeiro, Núcleo Janaína inteira 25 anos

Cláudio Queiroz*

Irmandade do Núcleo Janaína, em 2016 | DMD/Núcleo Janaína.

Era final do ano de 1988 quando, em uma festa realizada na casa do Mestre Paulo Tasso, foi plantada a semente para a abertura de uma nova distribuição de Vegetal no Rio de Janeiro (RJ), no mesmo momento em que o Mestre Raimundo Monteiro de Souza (Mestre Monteiro) se mudava para a cidade para ocupar a representação do Núcleo Pupuramanta, o primeiro Núcleo do Rio e da 5a Região. Os mestres Mauro Freitas e Francisco Fleury, junto com as suas companheiras, conselheiras Ana Freitas e Adalmir Fleury (Mica), respectivamente, além da Conselheira Odília Portugal, logo se entusiasmaram com a ideia e formaram a direção inicial. Não tardou para que outras pessoas aderissem ao projeto. Daí, um grupo de 36 pessoas, os primeiros irmãos, se uniu para ​começar o trabalho.

Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Janaína

Foram eles: Quadro de Mestres, Mauro Freitas e Francisco Fleury; Corpo do Conselho, Ana Freitas, Adalmir Fleury (Mica) e Odília Portugal; Discípulos, Andrew, Arlete, Bruno, Cleber, Cristhian, Cynthia, Déa, Denise, Estela, Fred, George Milek, Gil, Iara, Janete, Juan, Kátia, Luciano, Luis Horácio, Maria das Dores, Maria Teresa, Michele, Nailê, Nanci, Neiva, Núbia, Oscar, Roberto, Robson, Sandra, Selma e Vânia.

Com esse dedicado grupo foram realizadas, ainda no núcleo Pupuramanta, algumas sessões em dias fora das escalas mensais. Até que um galpão, gentilmente cedido pelo casal Bruno e Michele Wider, no terreno de sua residência, em Vargem Pequena, passou a ser utilizado como a base daquela nova Distribuição de Vegetal. Sessões regulares foram realizadas no local e, até mesmo, um preparo de Vegetal. Essa fase no galpão foi um marco para a aproximação dos pioneiros daquele trabalho, em um período de muita amizade, dedicação, superação dos desafios e compromisso com a obra do Mestre Gabriel.

Burracheira de pé

Ainda nessa fase do galpão, sessões com Mestre Monteiro e o Mestre Raimundo Carneiro Braga (Mestre Braga) foram realizadas. Depois de quase um ano no galpão, um terreno foi adquirido em Barra de Guaratiba, região oeste da cidade. Em 1990 a Sede Geral autorizou a abertura da nova unidade. Com o início dos trabalhos no novo terreno, através de inúmeros mutirões, foi construído o templo, banheiro e cozinha. Daí, em 1º de novembro de 1991, foi fundado o 2º Núcleo da UDV na cidade do Rio de Janeiro, ainda como Pré-núcleo. Antes, porém, houve uma sessão de Vegetal emblemática no novo terreno onde, após beberem o Vegetal, a chuva chegou, batizou o local e obrigou todos a se recolherem em um barracão que havia sido construído para alojar as ferramentas. Um momento único com burracheira de pé e todos bem juntinhos. Inesquecível e sempre relembrado pelos primeiros irmãos.

Na sequência, Hélio Mourão foi a terceira pessoa a chegar ao Quadro de Mestres do Núcleo e, depois, outros estavam sendo formados. Convocados ao Quadro de Mestres no próprio Núcleo Janaína foram os conselheiros Bruno Wider, Roberto Vilar, Roulien Robson, Juan Carlos, Carlos Almir, Fernando Alves, Claudio Queiroz, Claudio Simões, Fábio Machado e Eduardo Lafaiete e, oriundos de outros núcleos, os mestres Rodrigo Portugal, Afonso Frazão e Paulo de Tarso. Ainda, durante esses 25 anos, na sequência de mestres representantes, estiveram ocupando este lugar: Mauro Freitas, Hélio Mourão, Francisco Fleury, Fernando Alves, Claudio Queiroz e Carlos Almir. Outros conselheiros e conselheiras foram convocados e, também, o Corpo Instrutivo teve importante contribuição nas diversas demandas de construção material do Núcleo e no fortalecimento da amizade entre os sócios.

Primeiros plantios

O terreno, inicialmente com pouquíssima e rara vegetação, passou a receber os primeiros plantios de mariri e chacrona, além de outras plantas, ocasião em que mais irmãos foram chegando e o corpo instrutivo e a direção crescendo com as primeiras convocações. Na ocasião, o mestre José Mauro Silveira estava no lugar de Mestre Central da 5ª região e coube a ele trazer a documentação da Sede Geral e dirigir a sessão que oficializou o Pré-núcleo Janaína como mais uma unidade da UDV.

Assim, nesse ano de 2016, o dia 1º de novembro, data importante em que comemoramos a Confirmação da UDV no Astral Superior é, também, um dia de grande alegria pelos 25 anos de  fundação do Núcleo Janaína, que encontra-se hoje com uma irmandade com 145 sócios, sendo: 10 mestres, 20 conselheiras, 8 conselheiros, 50 irmãos e irmãs no corpo instrutivo e tantos outros no quadro de sócios, além de um grande número de crianças e jovens.

O crescimento do Núcleo Janaína acompanha a expansão da própria União do Vegetal e vem com grande peleja, mas, sobretudo, com a vocação da alegria, boa receptividade, equilíbrio e boa vontade dos envolvidos nesse trabalho, trazendo a mensagem de nosso guia, Mestre Gabriel, com sua ordem e doutrinação reta, mostrando aos discípulos o caminho da espiritualidade dentro do símbolo de Luz, Paz e Amor.


Assista abaixo o vídeo em homenagem ao aniversário do Núcleo Janaína:

Viva os primeiros irmãos! Viva o Núcleo Janaína! Viva o Mestre Gabriel!


*​Mestre Representante do Núcleo Janaína, Rio de Janeiro-RJ. 

3 respostas
  1. Renato Barbosa
    Renato Barbosa says:

    Este dia 1º de novembro , é um dia muito especial para nós do Núcleo Janaína. Neste processo de “A UDV vai circular o mundo”, nas palavras do Mestre Gabriel, este grupo de irmãos que saíram do Núcleo Pupuramanta que com muito trabalho, suor, determinação, união, amor pela obra, venceram etapas/desafios, e outros como eu, chegaram depois e somando, unindo e crescendo e cada um dando sua contribuição.

    Estamos dentro da história da Hoasca , auxiliando e nos desenvolvendo neste ponto de luz, num dia especial dentro da Confirmação da União do Vegetal, feita pelo Mestre Gabriel no seringal Sunta.

    Grato ao autor desta União que nos concedeu esta graça, a comunhão deste chá sagrado. Aos manos fundadores, em especial ao Mestre Mauro, na época , hoje Conselheiro Mauro, aos queridos manos que já se foram, aos que passaram pelo núcleo e aos presentes, todos de uma forma e outra contribuíram/contribuemo para este crescimento.

    Viva o Núcleo Janaína pelos 25 anos !!! Viva a UDV !!! Viva o M. Gabriel !!!

    Com gratidão ,

    Renato Barbosa .

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *