A Rosa da Chapada Diamantina

Equipe do Blog*

| 9 Setembro 2017

Templo do Núcleo Rosa das Campinas, Mucugê -Bahia | Foto: DMC/Núcleo Rosa das Campinas.

O Núcleo Rosa das Campinas, que está sendo inaugurado hoje, dia 9 de setembro, inicia sua história em 18 de dezembro de 2008, quando realizou-se a primeira Sessão de Adventícios na cidade de Mucugê (BA), dirigida por Caio Mário, à epoca ocupando a Representação do Núcleo Vitória (Vitória da Conquista-BA). A Sessão aconteceu na residência de Eduardo Varejão (hoje no Corpo do Conselho da UDV) e sua mulher Regina Malkut. Também estavam presentes familiares e amigos do casal.

Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Rosa das Campinas.

A partir do dia 6 de janeiro de 2009, Varejão começa a viajar para o Núcleo Vitória (cerca de 300 quilômetros de distância) para participar das Sessões. Associa-se no dia 10 de fevereiro, tornando-se o primeiro sócio da UDV em Mucugê.

Em 2009, foram realizadas mais três Sessões em Mucugê (dirigidas por Caio Mário, Mestre Léo Lavigne e Mestre Jair Gabriel), e uma em 2010, esta dirigida pelo Mestre Assistente Geral Edson Lodi.

Em 2011, o Mestre Eduardo Vilar e a Conselheira Danielle Vilar, procurando um lugar mais tranquilo para a família, decidem mudar-se para Mucugê. Na época, eles frequentavam o Núcleo Serenita, em Lauro de Freitas-BA.

Eles chegaram em junho de 2011 e, com o apoio de Eduardo Varejão, iniciaram um levantamento das pessoas que moravam na região da Chapada Diamantina e já haviam tido contato com a UDV. Feito esse levantamento, Mestre Eduardo realizou, em 06 de agosto de 2011, uma Sessão com 28 pessoas, a maioria sócios do Núcleo Serenita e do Núcleo Vitória.

A partir de então, os trabalhos ficaram sob a responsabilidade do M. Eduardo que, junto com a Conselheira Danielle, transferiu-se para o Núcleo Vitória, o mais próximo de Mucugê. Neste período, as Sessões eram realizadas na casa de Eduardo Varejão. Uma delas, inclusive, foi dirigida pelo Mestre José Luiz de Oliveira, integrante do Conselho da Recordação dos Ensinos do Mestre Gabriel.

Em 2012, foi doado um terreno de 4 hectares para a construção do templo. Em 11 de janeiro de 2014, com quase todas as paredes levantadas, realizou-se a primeira Sessão no templo, com a presença da irmandade do Núcleo Vitória. Essa Sessão foi dirigida pelo Mestre Representante do Núcleo, Robson Paiva, que mais adiante passou a direção para o M. Eduardo.

As Sessões eram então realizadas uma vez por mês, em um final de semana que não houvesse Escala nos Núcleos, de forma que sócios de outras cidades também pudessem participar. Aos poucos, a irmandade começava a crescer.

Em 2015, a Representação Geral da UDV autorizou, nas Sessões, o uso do uniforme e do arco, e também a leitura dos documentos que se faz logo no início dos trabalhos.

Neste mesmo ano, chega para morar em Mucugê um casal de Conselheiros, Camila e Henrique Ribeiro, que residiam em Vitória da Conquista. Chega também, na cidade vizinha (Andaraí), a Conselheira Jucélia Rebouças e sua família, associados na época ao Núcleo Coração de Maria.

Ainda em 2015, o Mestre Central da 4ª Região, Estácio Ferrer, viaja à Mucugê para conhecer a irmandade e dirigir uma Sessão.

Por conta da necessidade do M. Eduardo e da C. Danielle de irem periodicamente a Salvador atender necessidades da família, eles transferem-se de volta para o Núcleo Serenita, que passa a ficar responsável pela supervisão dos trabalhos em Mucugê, com autorização do Mestre Central.

Pouco tempo depois, Mestre Laert Moura e sua esposa, a Conselheira Tatiana Moura – que frequentavam o Núcleo Apuí, em Lauro de Freitas-BA -, passam a vir a Mucugê para auxiliar nos trabalhos. Nesse mesmo período, mais um casal de Conselheiros, Carolina Bonora e Luís Maurício Lima (Núcleo Serenita), muda-se para Mucugê, fortalecendo assim a irmandade no trabalho de formação do futuro Núcleo.

Irmandade do Núcleo Rosa das Campinas, Mucugê-Bahia.

Com uma irmandade já expressiva e integrantes da Direção em número suficiente, é inaugurada então, em 10 de setembro de 2016, a Distribuição Autorizada de Vegetal de Mucugê, sendo designado para Responsável pela DAV o M. Eduardo. Também em 2016, o discípulo Eduardo Varejão foi convocado para o Corpo do Conselho, e o Conselheiro Henrique Ribeiro, para o Quadro de Mestres.

Um ano depois da inauguração da DAV, já com todos os requisitos para elevação à Núcleo preenchidos, a Representação Geral autoriza a criação do Núcleo Rosa das Campinas, o primeiro da Chapada Diamantina, uma das regiões mais bonitas do país. O Núcleo inicia com o Mestre Eduardo na Representação e 54 sócios, dos quais três do Quadro de Mestres, 10 do Corpo do Conselho, 21 do Corpo Instrutivo e 20 do Quadro de Sócios.

*Com informações de Lúcia Moura Conti, integrante do Corpo Instrutivo e monitora do DMC do Núcleo Rosa das Campinas. 

5 respostas
  1. Firmo Rodrigues
    Firmo Rodrigues says:

    Feliz em estar hj, dia 09, aqui em Mucugê, para participar da primeira sessão já como núcleo. Desejo felicidades e prosperidade aos irmãos deste núcleo, uma realidade na Chapada Diamantina, sabendo que daqui surgirão outros núcleos na região, profetizando as palavras do nosso grande Mestre. Viva a União do Vegetal…

    Responder
  2. Eliete Campos
    Eliete Campos says:

    Que linda a História deste Núcleo, estão todos de parabéns, que esta irmandade continue crescendo com Luz Paz Amor e União. Viva o nosso Grande Mestre Gabriel, viva a União do Vegetal.

    Responder
  3. Rosângela Pereira
    Rosângela Pereira says:

    O Núcleo Lupunamanta de Campinas/SP deseja carinhosamente à irmandade do Núcleo Rosa das Campinas, Mucugê-Bahia, votos de Prosperidade e Alegria. Que nosso laço de amizade se fortifique cada vez mais, sob o Símbolo da Luz da Paz e do Amor!
    Viva o Mestre Gabriel !!

    Responder
  4. Nanete Pinho Rocha
    Nanete Pinho Rocha says:

    Gratidão é a palavra que expressa o sentimento de estar aqui, de fazer parte desta Religião Sagrada recriada por este Grande Mestre, José Gabriel da Costa!! Neste dia 9 me sinto duplamente feliz porque nesta “religião do sentir” venho sentindo que o crescimento espiritual acontece com a doação, com o dar-se de si no dia a dia e com cada irmão, independente da religião que pertença; e também feliz por ser este dia 9 de setembro, ser o dia do Veterinário, profissão que escolhi por amor aos animais, criaturas de Deus, que nos ensinam a mesma lição!! Doação, doar através da ação, da atitude na direção do bem, para se ter Luz, Paz e Amor!!!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *