A UDV age em defesa da Comunhão do Vegetal por crianças e adolescentes

22 Março, 2021

Almir Nahas*
Náiber Pontes de Almeida**

Desde as primeiras Sessões, ainda no seringal, Mestre Gabriel já realizava o trabalho de orientar espiritualmente crianças e adolescentes. Atualmente, aproximadamente 8.600 crianças, adolescentes e jovens participam deste trabalho, tendo sua iniciação religiosa na União do Vegetal.

A Orientação Espiritual com Crianças e Jovens na UDV trabalha para motivar os menores a criarem vínculos com a religiosidade e apoiar os pais e responsáveis no desenvolvimento das virtudes, auxiliando nossos pequeninos a se desenvolverem e crescerem como pessoas de bem.

O Chá Hoasca, nossa Comunhão Sagrada, é ministrado com os devidos cuidado e responsabilidade. Na União do Vegetal as crianças podem comungar o Chá Hoasca apenas em datas especiais, não sendo de uso cotidiano, mas restrito às Sessões religiosas e em quantidade proporcional ao seu estágio de desenvolvimento.

A legislação brasileira assegura aos pais, no exercício do poder familiar, o direito de dirigir aos filhos a educação religiosa que lhes convenha, sendo garantido às próprias crianças e adolescentes o direito de terem uma crença e de participar dos cultos religiosos.

Em alguns momentos da nossa história, a União do Vegetal precisou se posicionar diante das autoridades constituídas, em defesa do nosso sagrado direito à Comunhão do Vegetal, inclusive em relação ao uso da Hoasca por menores.

Ainda no ano de 2019, começou a tramitar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo um projeto de lei, de iniciativa da deputada Damaris Moura (PSDB-SP), que trazia importantes disposições em defesa da liberdade religiosa e de crianças e adolescentes, mas previa a proibição do uso de substâncias psicoativas em rituais religiosos por menores de 18 anos, colocando em risco o livre exercício da liberdade religiosa de nossos associados e familiares.

Sob a coordenação da Representação Geral da UDV, em conjunto com a Diretoria Geral do Centro, foi realizado um trabalho, ainda no ano de 2020, de esclarecimento às autoridades paulistas.

O trabalho da União do Vegetal com jovens e crianças foi apresentado aos parlamentares, com ênfase nos valores da família e no combate aos vícios. Fizemos um histórico do processo de regulamentação do uso ritualístico da Hoasca no Brasil e apresentamos os resultados das pesquisas dos Projetos Hoasca e Hoasca na Adolescência[1], enfatizando o rigoroso caráter científico das pesquisas, conduzidas por renomados pesquisadores e universidades, que atestaram cientificamente que o Chá Hoasca não causa qualquer efeito danoso.

Dep. Damaris Moura com membros da UDV | Foto: Markus Henrique Tavares.

Dep. Janaína Pascoal com membros da UDV | Foto: Assessoria Parlamentar.

Foram realizadas duas reuniões, com as parlamentares Damaris Moura e Janaina Paschoal (PSL-SP), respectivamente, e que tiveram a participação, em nome da UDV, das seguintes pessoas: Mestre Almir Nahas e Conselheiro Náiber Pontes, da Sede Geral; Conselheiro Carlos Motta, do Núcleo Grande Ventura; Conselheira Ilka Boin, do Núcleo Alto das Cordilheiras; e André Fagundes, do Núcleo Samaúma.

Assim, em Sessão Extraordinária realizada em 25 de novembro de 2020, foi aprovada emenda que retirou do texto original do projeto de lei o dispositivo que proibia o uso do Vegetal por menores, tendo sido publicada em 19 de março de 2021 a Lei nº 17.346 – Lei Estadual de Liberdade Religiosa no Estado de São Paulo –, a primeira a ser aprovada no Brasil com esta temática e que possivelmente servirá de modelo a outras legislações sobre o tema.

A aprovação da emenda representa uma importante vitória da União do Vegetal em defesa do legítimo direito de seus filiados e dependentes, mantendo as garantias do uso religioso do Chá Hoasca por crianças e adolescentes.

[1] Ver, também, DOERING-SILVEIRA, E.; GROB, CS.; DOBKIN DE RIOS, M. et al. Report on Psychoactive Drug Use Among Adolescents Using Ayahuasca Within a Religious Context. J Psychoactive Drugs. 2005; 37 (2): 141-144. DOERING-SILVEIRA, Evelyn. Avaliação neuropsicológica de adolescentes que consomem chá de Ayahuasca em contexto ritual religioso. Dissertação (Mestrado em Psiquiatria e Psicologia Médica) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2003.

*Almir Nahas é integrante do Quadro de Mestres da UDV e do Conselho de Administração Geral (Conage), e Responsável pela Orientação Espiritual com Crianças, Adolescentes e Jovens na União do Vegetal.

**Náiber Pontes de Almeida é integrante do Corpo do Conselho da Sede Geral (Brasília-DF). 

27 respostas
  1. Ricardo Teixeira
    Ricardo Teixeira says:

    Que maravilhosa notícias. Parabéns aos idealizadores e executores dessa ação e todos os que colaboraram. Minha gratidão e esperança de ver esse reconhecimento pacificado em toda nação.

    Responder
    • Itana Ferreira de Pinho Miguez
      Itana Ferreira de Pinho Miguez says:

      Muito feliz com esta decisão. Tenho meus filhos que nasceram na União e todos frequentam e agora minhas netas crescendo na União, onde tive o merecimento de minha filha entrou em trabalho de parto no intervalo da sessão e em 9 minutos nasceu Diana minha neta caçula. É uma alegria ter nossa família frequentando um Lugar de Luz, Paz e Amor. Viva a União do Vegetal!

      Responder
  2. Henrique Salles Gentil
    Henrique Salles Gentil says:

    Mais um passo em prol do engrandecimento desta Obra!
    Felicitações a todos que puderam contribuir para este importante momento para a UDV e as famílias a ela filiadas!

    Responder
  3. Marcos Lopes
    Marcos Lopes says:

    Parabéns pelo importante trabalho de esclarecimento as autoridades, de forma que resultou na preservação de um sagrado direito, de pais e filhos terem sua liberdade religiosa preservadas.
    LPA

    Responder
  4. Marcio Alexandre Cardenuto
    Marcio Alexandre Cardenuto says:

    Importantíssimo passo.
    Base para que tenhamos sempre o direito ao uso responsável desse Chá Sagrado.
    Gratidão aos parlamentares que se dedicam à proteção da criança e à maneira como ampliam compreensão para ajustar medidas cabíveis, como a revisão feita.
    Gratidão a todos os que estão nessa linha de frente, pelejando também nessa peleja.

    Responder
  5. Izaura Pereira da Cunha
    Izaura Pereira da Cunha says:

    Fico muito feliz em saber dessa importante decisão!! Eu que morei na casa do Mestre, participei das primeiras sessões de crianças ainda no Núcleo Mestre Gabriel. Gratidão a todos que se empenharam nessa luta com grande vitória

    Responder
  6. Fernanda Rocha Caetano
    Fernanda Rocha Caetano says:

    Gratidão a todos que articularam junto ao governo para manter nosso direito sagrado de comungar o Vegetal com os pequeninos que são os futuros governantes da UDV.
    Lembrando que o M. Gabriel desde o início comungava o Vegetal com seus filhos.
    Um marco histórico para UDV e toda comunidade que Hoasqueira.

    Responder
  7. JOÃO BOSCO QUEIROZ
    JOÃO BOSCO QUEIROZ says:

    Olá, boa tarde! Mais uma conquista do centro, comprovando através de pesquisas científicas, os benefícios proporcionados pela Hoasca, não apenas em crianças e adolescentes, mas também em todos que fazem uso responsável do chá. Um trabalho digno de parabéns realizado pelo Departamento Jurídico do Centro, onde conseguiu mais uma vez assegurar o direito sagrado aos pais direcionar a educação religiosa dos filhos.

    Responder
  8. Alysson Bastos Sena
    Alysson Bastos Sena says:

    Esse trabalho é fundamental com crianças e jovens. Parabéns a todos por essa caminhada firme buscando o futuro da União do Vegetal. Alysson Sena- N.Caupuri

    Responder
  9. Juliana Batistela
    Juliana Batistela says:

    Que notícia feliz, M Almir. Isso abrirá algumas portas para o reconhecimento em
    outros Estados e assim consolidarmos cada vez mais o nosso direito ao uso religioso do Vegetal! Gratidão a todos pelo trabalho!

    Responder
  10. Ivone Bizerra Reis Santos
    Ivone Bizerra Reis Santos says:

    Viva a União do Vegetal!!
    Viva a nossos caianinhos!!!
    Ao cativar as autoridades poderemos exercer nossa cidadania dentro da luz, da paz e do amor!!!
    Que possamos plantar na memória das nossas crianças as virtudes morais e intelectuais para que se tornem cidadãos conscientes e pessoas de paz!!!

    Responder
  11. Marcos Pontes Filho
    Marcos Pontes Filho says:

    Passo importante, cheguei na união com 11 anos e hoje, com 38 anos, vejo o quão importante é uma religião quando criança e adolescentes livrando de coisas que não são boas para um crescimento salutar.

    Responder
  12. Anderson Alves
    Anderson Alves says:

    Muito importante este trabalho perante as autoridades de garantir legalmente o direito de nossas futuras gerações a terem acesso desde a infância ao nosso sacramento. Parabéns a todos os envolvidos nessa exitosa iniciativa! LPA

    Responder
  13. Ana Lúcia Andrade
    Ana Lúcia Andrade says:

    Mais um passo no sentido da conscientização da sociedade do uso responsável e ritualístico do Vegetal. Fico igualmente feliz de ver nossos legisladores com acompanhamento zeloso no que diz respeito a conduta dos jovens e adolescentes.

    Responder
  14. Verônica Galvao
    Verônica Galvao says:

    Parabéns aos envolvidos nessa conquista e gratidão! O uso responsável do nosso chá sagrado é um direito de todos nós Caianinhos. E é de suma importância podermos comunga-ló com nossos pequenos. Eles são o futuro dessa Sagrada União! E da construção da paz no mundo!

    Responder
  15. Alba Regina Souza Liberato de Mattos
    Alba Regina Souza Liberato de Mattos says:

    Beleza, manter a porta aberta a crianças e adolescentes no que o espírito busca alegre e voluntariamente conhecer. Parabéns aos envolvidos no belo trabalho.

    Responder
  16. Rejane Hoisel Arléo
    Rejane Hoisel Arléo says:

    Que importante vitória!!
    Tenho 3 filhos que nasceram na UDV, onde comunguei o vegetal durante todas as gestações.
    Cresceram no âmbito da União, comungando o vegetal nas sessões em que era permitido.
    Hoje, os 3 são sócios e têm uma vida dentro de um equilíbrio, trabalhando, constituindo família, e se dedicando a essa Obra Sagrada.
    É uma tranquilidade termos nossos filhos frequentado a União do Vegetal, um lugar seguro onde recebemos orientação para um viver melhor.
    Gratidão a todos os que se dedicaram para conseguirmos essa vitória!

    Responder
  17. Iolanda de Paula
    Iolanda de Paula says:

    Quanta felicidade por mais esta vitória, sendo mãe de quatro crianças as quais alimento o desejo de que cresçam em união, este amparo me deixa feliz !grata aos envolvidos!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta para ANIVALDO OLIVEIRA LIMAque Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *