Um Mestre na UDV, Formador De Muitos Mestres

Roberto Evangelista*

Mestre Florêncio – um mestre que soube cativar muitos discípulos e amigos | DMD/Núcleo Caupuri.

Conhecemos Mestre Cruzeiro, assim era chamado por Mestre Gabriel e por todos da UDV, em 1970. Dele recebemos, eu e minha companheira, Conselheira Ana, o primeiro copo de vegetal, os primeiros ensinamentos e os que se seguiram foram a nós por ele transmitidos, nos deixando claro seu empenho em se manter um discípulo fiel ao Mestre.

A fidelidade, essa virtude que deve ser compreendida e praticada por todos caianinhos, Mestre Florêncio a instruiu e a revelou em sua prática e conduta ao longo da vida. Nos momentos que esteve afastado nunca arredou o pé do salão do vegetal, acompanhando as sessões de escala e participando ativamente da vida do Núcleo Caupuri.

Foi um dos maiores, senão o maior, incentivador dos plantios de mariri e chacrona, incitando a coragem ou o estímulo de todos, por todos os núcleos que visitou. Essa será sempre uma de suas marcas registradas na memória de todos nós.

Pela sua maneira única e especial de fazer as chamadas, recebeu a estrela de Mestre pelos Encantos, porque realmente tocava a sensibilidade, o coração de quem as ouvia, e nós, discípulos, conduzidos pela força e luz transmitidas, nos sentíamos motivados, incentivados a aprendê-las.

florencio

Era peculiar sua maneira de ensinar, principalmente nas sessões instrutivas, fazendo perguntas para testar os discípulos ou solicitando, de surpresa, para fazer determinada chamada. Sua maestria na maneira de preparar o vegetal era e permanece sendo incontestável.

A sua forma de doutrinar vinha rente quando necessária, mas estava sempre acompanhada e embasada nas palavras do Mestre Gabriel, em seus ensinamentos, permitindo ao discípulo compreender e entender a mesma. Sua peneira era fina e justa e muitos não passaram por ela, pois jamais o vi protegendo quem quer que fosse, nem jamais o vi se vangloriando.

Mestre Florêncio – que hoje, 14 de abril, estaria inteirando 84 anos — tinha um humor à flor da pele, o que o tornava uma pessoa simpática e querida. Os “causos” que contava da sua vida pregressa, isto é, antes dele chegar à União, junto com os da sua vivência nos seringais, eram incomparáveis.

Foi um talentoso contador de histórias e estórias. Quando Elmano, um de seus filhos com a Conselheira Sueli, formou-se nos Estados Unidos, ele foi convidado a fazer uma palestra. Deu uma aula de ecologia e de Amazônia a professores, doutores e alunos que ali estavam e foi aplaudido de pé por todos.

O vi atravessar momentos dificílimos, mas nunca o vi reclamar da vida, muito pelo contrário. Certa vez ele me disse: que se parasse de sorrir – ele morreria.

Mestre Florêncio, a quem conheci Mestre Cruzeiro, saudades.

Sua vida e sua importância para nós, não cabem aqui.

Grato, muito grato pela minha formação.

 

*Mestre Roberto Evangelista é Assistente Geral do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal e membro do Conselho da Recordação dos Ensinos do Mestre Gabriel. 

32 respostas
  1. Moacir José dos Santos
    Moacir José dos Santos says:

    Saudades da alegria transmitida pelo mestre Florêncio!
    Sou grato pelas oportunidades de poder por algumas vezes, conversar e participar de sessão com ele. Somos hoje de uma linhagem privilegiada, pois conhecemos alguns dos mestres formados pelo nosso guia espiritual.
    O aniversário é do M Florêncio, mas os presentes são nossos: as boas lembranças dele.

    Responder
  2. Viviane Fernandes
    Viviane Fernandes says:

    Lendo as palavras do Mestre Roberto Evangelista me emocionei e senti saudade do Mestre Florêncio, que nem cheguei a conhecer pessoalmente. É muito gratificante ter pessoas como ele na base de nossa religião. Abraço!

    Responder
  3. Ilka Castro
    Ilka Castro says:

    Ler esse texto de autoria do Mestre Roberto Evangelista, em que presta homenagem a Mestre Florêncio, traz para o presente os bons momentos vivenciados, o reconhecimento de seu carinho por Mestre Gabriel e por sua obra, a importância de sua participação no engrandecimento da União do Vegetal.
    Pela maneira como trazia os ensinos, como fazia chamadas, e doutrinava, por sua vivência com a natureza, trabalhando como seringueiro, por tudo que viveu e nos fez viver, meu reconhecimento ao seu valor e ao seu trabalho.

    Responder
  4. João Divino
    João Divino says:

    Tive a honra em poder participar de algumas sessão de Vegetal com Mestre Florêncio. Uma delas ele falou que os sapatos tinham que ser branco e não podia ter enfeites. Pediu uma faca de mesa e começou a arrancar as fivelas prateadas e douradas dos sapatos das pessoas dentro da sessão. Foi muito engraçado.

    João Divino QM 13a Região.

    Responder
  5. Francisco Celso Roque do Logo
    Francisco Celso Roque do Logo says:

    Grande Professor, Grande Mestre. Sinto-me agradecido por conhecer e ter convivido com essa pessoa muito sabia e inteligente. As sessões que participei com o Mestre Florêncio estão gravadas no meu coração.

    Francisco Celso Roque do Logo

    Responder
  6. Alessandro Jucá
    Alessandro Jucá says:

    O encantador de almas.
    (Alessandro Jucá)

    O homem que conhecia o Sol
    porque acordava cedo junto com ele.

    O homem que ouvia os rios
    que lhes diziam a direção do mar.

    O homem que via nos peixes, composição da vida,
    alimentando outra vida na mata.

    O homem de olhar distante e profundo,
    e dentro de si, em seu peito,
    a força das cachoeiras.

    O homem forte. Homem!
    Daqueles que amam.

    Um homem antigo,
    de tanto tempo que não se contam mais
    porque a imensidão do que é vivido
    se mistura ao infinito da existência.

    Um velhinho, de olhar firme
    de onde se refletia o verde
    das árvores, os rios e os bichos

    As onças? Essas brincavam com o velho menino
    que se encantava com o colorido…menino eterno,
    das brincadeiras e da alegria.

    Encontrou o grande tesouro de Luz,
    O mensageiro da paz
    O portador do amor.

    Seguiu seus passos
    tornou-se mestre pelos encantos
    Aprendeu a encantar com os pássaros.

    Nordeste e Floresta
    A cruz e a flor.

    Carvalho é madeira de construir navio
    Vejam que beleza
    Estamos nele navegando
    Lembram o que disseram os rios,
    sobre a direção do Mar?

    Florêncio? Já está dito.
    Espécie rara de Flor!
    Das que encantam nas matas
    E que florescem nos corações dos Homens
    Aqueles que Amam.

    Responder
  7. Tonicesa Badu
    Tonicesa Badu says:

    Um dos principais Mestres da UDV. Me ensinou muito com sua conduta e com suas palavras. Talentoso no trato com a alta borracheira e com as entidades que participam desta Organização Espiritual. Saudade, admiração e carinho por esse formidável caboclo.

    Responder
  8. Ilana
    Ilana says:

    Ao ler o texto escrito por Mestre Roberto Evangelista e comentários de pessoas antigas na UDV, sinto alegria e gratidão!
    Tive a oportunidade de conhecer Mestre Florêncio numa viagem, e também em algumas sessões do vegetal aqui na Bahia. Lhe sou grata pelas maravilhas das palavras que ouvi e das chamadas trazidas por ele. Guardo no meu coração lembranças vividas, verdadeiros tesouros!

    Responder
  9. Claudio Sampaio
    Claudio Sampaio says:

    Salve o Mestre Florencio, pessoa amiga, verdadeira e sempre de bom humor, tive a felicidade de conhecer esse homem serio embora brincando sempre dizia a verdade e ensinava. Aprendi muito com ele no salão do vegetal e fora

    Responder
  10. Francisco Pinto
    Francisco Pinto says:

    Sempre me lembro de uma história que contam aqui na 4ª Região, de que o Mestre Florêncio tinha o desejo de dar o vegetal para a sua família, e apesar da possibilidade de vir a se tornar uns dos homens mais ricos de Cruzeiro do Sul – AC*, caso permanece nessa cidade, segundo as palavras do Mestre Gabriel, optou por trazer a maior de todas as riquezas que pode haver: a Luz, a Paz e o Amor, para o seio de sua família! Esta, que por sinal, é responsável por um tanto de coisas boas que chegaram até nós, entre elas as palavras gravadas do Mestre, a música dentro das sessões e histórias com a do Pequeno Príncipe, que nos indicam o caminho do cativar, o caminho da amizade, que o Mestre Florêncio soube bem como cultivar e zelar. Viva o Mestre Florêncio, esse zeloso jardineiro!

    RESPOSTA: Caro Francisco, a cidade é *Porto Velho-RO e não Cruzeiro do Sul-AC. Att, Equipe do Blog.

    Responder
  11. Talma Reis Neto
    Talma Reis Neto says:

    O Mestre Florêncio realmente sabia cativar os discípulos. Quando eu tinha 16 anos, após uma sessão, ele estava conversando com um grupo de pessoas e me convidou para sentar ao lado dele, ali nos contou uns desses causos que fazem a gente rir bastante, algumas histórias nos “surpreenderam”. Sabendo um pouco da sua importância na União me senti cativado por perceber a maneira simples e atenciosa que nos tratava, eu e mais alguns ali, não éramos nem sócios. É assim que a União cresce!

    Responder
  12. Eurides Rodrigues
    Eurides Rodrigues says:

    Saudoso Mestre Florencio, ele que me deu o primeiro copo de vegetal, juntamente com o meu companheiro Rubens Rodrigues. Convivemos muito com a familia dele, a Sueli e filhos, no ano de 1971 aí em Manaus.

    Responder
  13. Luiz Fernando Aquino
    Luiz Fernando Aquino says:

    Importantíssimas e verdadeiras palavras do Mestre Roberto. Saudades que tenho dos bons momentos com Mestre Florêncio nas atividades sociais em Manaus, nas sessões do QM de Manaus onde tinha participação fundamental, nas sessões demais.

    Sinto um aperto no peito quando penso que deveria ter me dedicado mais ao Mestre Florêncio e ao seu convívio, nos dez anos que passei em Manaus, mas ao mesmo tempo sou grato a Deus pelos momentos e ensinamentos recebidos.

    Responder
  14. AUREO BATISTA DA SILVA
    AUREO BATISTA DA SILVA says:

    No dia de hoje, no nosso Núcleo Caupuri, era um dia de festa e alegria , por conta do aniversário do Mestre Florêncio, nos dando a oportunidade de compartilharmos por muitos anos essa data, junto com alguns amigos e Mestre Florêncio com sua capacidade de transmitir os ensinos do MESTRE com uma particularidade única. Sessões Instrutivas que ficaram marcadas em minha memoria, Viva ao Mestre Florêncio pelos seus ensinos, seus exemplos, sua dedicação à essa Obra do Mestre, sua simplicidade e amizade. Grato!!

    Responder
  15. Raimunda Almeida
    Raimunda Almeida says:

    Palavras de Mestre Roberto Evangelista que me emocionaram. Quão verdadeiras que são. Uma síntese da caminhada de Mestre Florêncio na União do Vegetal. Dentro desse leque de sua prática, destaco a sensibilidade de sua maneira de fazer chamadas. Era impressionante. Tive a oportunidade de sentir algo muito forte. A burracheira crescia, mas a suavidade de sua melodia também acalmava. Feliz por ter tido-o como amigo. Que seu espírito esteja em luz, Mestre!

    Responder
  16. Werginton
    Werginton says:

    “Mestre pelos Encantos”, disse que o nosso Sertão Paraibano é um paraíso, quando nos visitou. Veio pra fortalecer nosso futuro núcleo com seus ensinos. Senti a presença mais forte do Mestre Gabriel em suas sessões. Semana inesquecível. Muito grato, Mestre Florêncio.

    Responder
  17. Aurenita Torreão
    Aurenita Torreão says:

    Saudades desse tio e Mestre tão importante na minha vida, pois foi ele que me deu o vegetal pela primeira vez em Manaus no dia 26/12/71. Sempre reconheci seu talento e sua importancia de ter trazido o vegetal pra dar pra nossa familía em Manaus.

    Responder
  18. José de Anchieta Torreão de Sá
    José de Anchieta Torreão de Sá says:

    Muito bom texto e muitas boas lembranças do Mestre Florêncio! Considero que o Mestre Florêncio deu o primeiro e importante passo no processo de expansão da União do Vegetal quando foi para Manaus para distribuir o vegetal para sua família. Lá ele tinha irmãos e sobrinhos. Desse trabalho que ele iniciou nasceu o Núcleo Caupuri, primeiro Núcleo registrado da UDV. Segundo as palavras proféticas do Mestre Gabriel “…de Manaus a União do Vegetal circulará o mundo…”. E de lá nasceu o Núcleo Samaúma, polo de difusão da UDV no sul do país, o Núcleo Apuí, polo de difusão da UDV no nordeste, o Núcleo Pupuramanta (no Rio de Janeiro). E lembro, também, a ligação que os discípulos do Estados Unidos sempre tiveram com o Mestre Florêncio.

    Concordo co M. Roberto Evangelista, a importancia do Mestre Florêncio não cabe aqui.

    Responder
  19. Joana D'Arc da Costa Zanelli
    Joana D'Arc da Costa Zanelli says:

    Um alegria, Mestre Roberto Evangelista, estar lendo essas belas palavras a respeito do Mestre Florêncio. Trazendo boas e lembranças felizes, aos que o conheceram pessoalmente, dando oportunidade de quem não o conheceu de conhecer um pouco dele. Eu, apesar de ter estado pessoalmente com ele uma única vez, durante um final de semana em um preparo, tenho VIVAS boas recordações daquele encontro! Onde tive o merecimento de vivenciar na Burracheira, também durante as rodas de conversas, a intensidade da presença dele e de sua ligação com o Mestre Gabriel, com a Natureza e as coisas da Natureza. Naquele preparo de vegetal, à luz de suas palavras, da doutrina e dos ensinamentos trazidos, eu encontrei forças para realizar significativas transformações que trouxeram facilidades para a minha caminhada. Por isso, tenho pelo Mestre Florêncio especial sentimento de gratidão. Por essas experiências, independente do tempo que convivi, sei bem o valor do muito que recebi durante aqueles 03 dias de convivência. Fraterno abraço com gratidão pelo belo texto.

    Joana D’Arc Zanelli – CDC – N. Luz Dourada/JF – 5ª Região .

    Responder
  20. Leika Lima
    Leika Lima says:

    Mestre Florencio era muito direto e engraçado, simples e um bom amigo. Conheci M.Florencio no Rio de Janeiro e gostei logo dele naquele momento. Saudades

    Responder
  21. DanielleH.S.Garcia
    DanielleH.S.Garcia says:

    Mestre Roberto Evangelista descreveu, com precisão, um pouco do que sei a respeito de Mestre Florêncio. Sempre tenho em minha lembrança algumas palavras que por ele foram ditas, sábios ensinamentos de um homem valoroso. Sinto saudades dele.
    Grata, Mestre Roberto, por palavras tão simples e, ao mesmo tempo, tão profundas.
    Danielle Hounsell Silva Garcia – CDC – Núcleo Jardim Florescendo – 1a. Região EUA

    Responder
  22. Gilberto Rubens Fraga Vieira
    Gilberto Rubens Fraga Vieira says:

    Assisti palestras do Mestre Florêncio que me deixou conhecendo muito mais das suas próprias próprias histórias, sas verdades históricas de Mestre Gabriel. Mestre Florêncio foi o primeiro a chegar na Instrutiva em menor tempo na UDV. Nos contou muitas histórias.. que Mestre Gabriel caminhava descalço em muitas oportunidades e que era chamado de doido por alguns, mas que Mestre Gabriel auto-afirmava sim ser doido pra libertar a humanidade do erro e dos enganos – aprendi com ele (Mestre Florêncio). Sou grato à Deus por ele ter estado entre nós…

    Responder
  23. Lucca Gesteira
    Lucca Gesteira says:

    Mestre Florêncio, um senhor que conheci em uma viagem a Fernando de Noronha e tive a honrosa oportunidade de assistí-lo dirigindo uma sessão lá, na praia da Conceição, sob a luz do luar e das estrelas. Vê-lo fazer chamadas mesmo com sua idade avançada me fazia entender o real sentido do seu título dado por Mestre Gabriel, mestre pelos encantos. Hoje nos resta lembranças e saudades desse senhor de dotado humor e alegria…
    Lucca Gesteira – N. Apuí – 4a Região – Bahia

    Responder
  24. Jardel Miguel
    Jardel Miguel says:

    Sou uns dos privilegiados que muito aprendeu com esse nobre professor, boas lembranças na floresta e no primeiro curso dos nove vegetais em Porto Velho. Eu hoje inteirando 33 anos na UDV.Só tenho a agradecer pelos os bonsmestres e professores que tive e continuo tendo na eterna busca da minha transformação.

    Responder
  25. Itana Ferreira de Pinho Miguez
    Itana Ferreira de Pinho Miguez says:

    Mestre Florêncio, um Mestre que tive a honra de conhecer e participar de algumas sessões dirigidas por ele. Uma pessoa que tinha o poder de nos encantar pelas chamadas e histórias trazidas, dentro da simplicidade que é a União do Vegetal. Ele contribuiu pela essa Divina Obra que é a União do Vegetal.

    Responder
  26. Igor Weyne
    Igor Weyne says:

    Todos os mestres formados por Mestre Gabriel trazem consigo uma parte da grandeza do nosso divino mestre. Pra mim, Mestre Florêncio através de seus relatos, tinha a capacidade de aproximar a pessoa e a presença do Mestre até nós. Quando conversávamos, eu sentia que estava próximo do Mestre Gabriel. Seu sentimento e compromisso com a União do Vegetal era exemplar, se aproximava e conversava com todos sem distinção, para muitos, foi como um pai. Quantas risadas nós aqui do Ceará demos, dentro e fora de sessão, quantos causos ouvimos e quanta coisa aprendemos: não é raro ouvirmos os dirigentes atuais mencionando as palavras e a doutrina de Mestre Florêncio.

    Responder
  27. Antonia Torreão Herrera
    Antonia Torreão Herrera says:

    Pude receber parcela de tudo isso, tão bem definido por Mestre Roberto Evangelista, na convivência com Mestre Florêncio. Num preparo no Lago do Arara em 1979 pude presenciar o seu talento para preparar o vegetal, dirigir sessão, nos encantar e socorrer discípulo. Estar com ele era uma alegria e uma fonte de aprendizado. Em nossa memória, estaremos sempre revivendo seus ensinamentos, sua presença, seu riso franco e amigo.

    Responder
  28. Ângelo Reis
    Ângelo Reis says:

    Belas palavras do Mestre Roberto Evangelista ao nosso saudoso amigo Mestre Florêncio. Hoje me sinto feliz por ter tido a oportunidade de conviver momentos de alegria e aprendizado com o Mestre Florêncio, em sessões no Núcleo Caupuri e em outros Núcleos daqui de Manaus e de fora. Sempre alegre nos preparos de vegetal, transmitindo humor em seus causos, muito além que isso, transmitindo amor quando cativava as pessoas através de suas palavras. Simplicidade, alegria, “chicote de ouro”, talento nas chamadas e tantas outras palavras que fazem de referências ao Mestre Florêncio e fazem dele um forte esteio que esteve em nossa União e ainda continua na memória dos que muitos aprenderam com ele. Saudades!

    Responder
  29. Vania Maria Chaves de Castro
    Vania Maria Chaves de Castro says:

    Mestre Roberto Evangelista, grata por palavras tão bonitas sobre nosso querido Mestre Florêncio. Uma pessoa muito amada pela irmandade do Ceará. Bom lembrar do exemplo de alegria mesmo nos momentos dificeis da vida. Da profunda conexão com a natureza. Do exemplo de marido amoroso. Um verdadeiro amigo. Que bom ter tido a oportunidade de conviver com ele. Abraços !
    Vânia Maria C. Castro – CDC- Núcleo Flor Divina – 11a. Região.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *