Polícia Federal fiscaliza uso e transporte do Chá Ayahuasca

A Delegacia da Polícia Federal de Cruzeiro do Sul começou a fiscalizar o uso e transporte do chá Hoasca, regulamentado pelo Governo Federal para uso em rituais religiosos pela União do Vegetal, Santo Daime e comunidades indígenas da região. O trabalho da PF visa proteger o patrimônio cultural e histórico da bebida, que teve seu uso religioso regulamentado pelo Conselho Nacional Anti Drogas (Conad) e recentemente sua regulamentação foi aprovada pelo Governo do Estado do Acre.

O delegado da Polícia Federal, José Roberto Perez, observou que a Hoasca contém a substância DMT (Dimetiltriptamina), que está incluída na Portaria 344 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Portanto, está proibida a sua utilização. “Mas existe a permissão de uso para fim religioso e a Polícia Federal respeita esta decisão, que é uma determinação legal”, esclareceu o delegado.

O Coordenador Institucional do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, Edson Lodi, que participou como Vice-Presidente do Grupo Multidisciplinar do Conad que estabeleceu as normas para uso religioso da Hoasca, informou que “a União do Vegetal, mesmo antes da decisão da Polícia Federal em fiscalizar o transporte da Hoasca, mantém um controle interno sobre o envio do chá para outros núcleos da instituição”. Ele explicou que esta forma de trabalhar com o Vegetal não acontece em decorrência de determinações legais, ainda que necessárias. “Elas existem em nosso Centro deste o principio da criação da UDV pelo Mestre Gabriel, que sempre ensinou pela prática o uso responsável e religioso do Vegetal”, acrescentou.

 
 
 
Post atualizado em 16 de fevereiro dze 2011, 14:55