UDV recolhe lixo das margens do rios Jordão e Tarauacá

| 21 Agosto, 2020.

Leandro Matthaus*

Ação de limpeza das praias foi desenvolvida pelos jovens filhos dos sócios da UDV | Emanuel Mendonça.

Atividade organizada pelo Centro Espírita Beneficente União do Vegetal recolheu, em 16 de agosto passado, o lixo deixado pelos banhistas nas praias de Jordão, município do interior do Estado do Acre, banhado pelo rios Jordão e Tarauacá. A ação foi desenvolvida pelos jovens filhos dos sócios da UDV, com o apoio das secretarias municipais de Administração e de Produção e Sustentabilidade.

A ideia da limpeza foi do orador oficial da Distribuição Autorizada de Vegetal (DAV) de Jordão, Marlindo Mendonça, que observou que as praias do perímetro urbano estavam bastante sujas, em decorrência do acúmulo de lixo. “Andando pelas praias vi bastante latas, sacolas plásticas. Daí surgiu a ideia de realizar uma limpeza e inserir os jovens nesse trabalho. Conversei com a direção da DAV e fui autorizado a desenvolver essa atividade com os jovens”, conta.

Na ação de coleta dos resíduos sólidos, foram recolhidos mais de 30 sacos com lixo, cerca de 300 quilos de entulhos. Na grande maioria são latas de cerveja e sacolas plásticas deixadas pelos usuários das praias e moradores que vivem nas canoas no porto da cidade.

A União do Vegetal (UDV), além do trabalho espiritual que desenvolve com as pessoas, realiza ações sociais por meio da Casa da União, braço filantrópico da instituição religiosa. A UDV também entende a necessidade de preservar o meio ambiente. Para essa finalidade seus associados criaram a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, cujo objetivo é desenvolver ações que contribuam com a preservação do meio ambiente.

Para o secretário municipal de Produção e Sustentabilidade, e presidente da DAV de Jordão, Mestre Nertan Mendonça, o principal objetivo da atividade é conscientizar as pessoas. “O lixo não fala, mas diz muito sobre a conduta de quem faz isso. Vamos continuar fazendo essas atividades. Um meio ambiente limpo é sinal de saúde, de pessoas educadas. Precisamos ser responsáveis pelo lixo que produzimos. Descartar o lixo de forma responsável é garantia de um futuro melhor para os nossos filhos”, disse.

*Leandro Mathaus é integrante do Corpo Instrutivo do Núcleo Cruzeiro do Sul (Cruzeiro do Sul-AC).

9 respostas
  1. Jair Roberto Soldatelli
    Jair Roberto Soldatelli says:

    Parabéns pela iniciativa, trabalho exemplar, é o que todos nós estamos precisando e, principalmente, as pessoas que ainda não querem ser responsáveis pelo próprio lixo que produz, “conscientização”.

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta para Marcio Armando Cancelar resposta