Projeto Sementes de Amor mobiliza famílias para produzir mudas de árvores

Danitza Colares e Marcelo Rangel*

| 18 Maio, 2021

“No jardim da fé, eu já plantei um pé de esperança”

(Semente de Amor, A Cor do Som)

Fruto da parceria entre a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico e a Orientação Espiritual com Crianças e Jovens da 11ª Região, e com o apoio do Departamento de Plantio e Meio Ambiente e do Departamento de Memória e Comunicação, foi lançado no dia 22 de março, Dia Mundial da Água, o projeto Sementes de Amor. Tendo em vista que a água é o elemento gerador da vida e que a sua presença nos ciclos da natureza está ligada diretamente ao reino vegetal e à existência das árvores, o projeto consiste em incentivar crianças, jovens, pais, mães e familiares a produzir em suas casas mudas de árvores frutíferas por meio de suas sementes.

Inicialmente, o projeto surgiu da ideia que o Presidente do Núcleo Tucunacá, M. Giuliano Villa Nova, deu para a monitora da Novo Encanto, C. Danitza Colares, de realizar uma atividade que incentivasse à irmandade a produzir mudas de árvores frutíferas em suas casas para serem plantadas, posteriormente, no terreno do Núcleo. A boa ideia compartilhada foi abraçada pelas equipes da Novo Encanto e da OE na Região. Com o apoio de jovens e sócios da Região, foram elaborados o projeto e alguns materiais, como cartilhas, vídeo de lançamento, logomarca e a criação de um mascote, que recebeu o nome de “Brotinho”, dado pela estudante Marina Alcoforado Rios, de 7 anos, que frequenta o Núcleo Tucunacá. “Eu achei o mascote muito fofinho, e como ele ainda é pequenininho e um vegetal que veio da terra, pensei nesse nome, porque ele ainda vai crescer e se desenvolver, assim como as sementes que estamos plantando”, contou Marina, muito animada por participar do Projeto Sementes de Amor. “Eu quero um dia ver a semente que eu plantei se transformar em uma grande árvore e ver os frutos dela”, espera.

Esse movimento se transformou em uma ação regional que tem mobilizado as equipes nucleares da Novo Encanto e da OE a desenvolverem, junto às crianças, jovens e seus familiares, atividades criativas e integrativas, como: encontros virtuais, produção de vídeos, distribuição de mudas, distribuição de kits (com sementes, substrato, vaso) e a elaboração de um jogo, Agentes da Natureza, criado pela monitora da Novo Encanto do Núcleo Fortaleza do Mestre, Felícia Gabler.

Todas essas iniciativas têm cativado à irmandade dos Núcleos da Região e incentivado à pesquisa a respeito dos recursos naturais, dos benefícios das frutas, de como semeá-las, e também o zelo pelas sementes plantadas, até chegar o momento de plantio das espécies frutíferas nos Núcleos.

Além da produção de mudas de árvores frutíferas e da integração entre a irmandade, o projeto busca fortalecer os vínculos afetivos e as práticas saudáveis no convívio familiar, o encantamento pela vida, o amor pela natureza e o cuidado com o meio ambiente.

Buscamos atender o chamado da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, “Vamos pra Floresta!”, na medida em que levamos a floresta pra dentro de nossas casas e estabelecemos essa conexão com a natureza, com suas belezas, seus encantos, seus ensinamentos e com os benefícios que ela proporciona para a nossa saúde integral.

Como disse o M. Francisco Colares Neto, Responsável Regional da OE na 11ª Região, “esse é um projeto em conjunto da Natureza com a Espiritualidade. Quanto mais sementes plantadas, quanto mais árvores com suas belas cores e ornamentos saborosos e quanto mais frutas em nossas mesas, mais nos conectamos com o Universo. A conexão com esta grande Luz do Universo começa com pequeninas sementes, sementes de Amor”.

Sementes de Amor possui uma dimensão simbólica importante, que é o cultivo do Amor dentro de nós e em nossos lares, da Fé no nosso Guia Espiritual e da Esperança em dias melhores para toda a humanidade.

Em uma homenagem aos 60 anos da criação da União do Vegetal, realizaremos o plantio das espécies frutíferas no dia 22 de julho, como forma de celebrar e reconhecer o Bem que esta religião nos proporciona e de expressar nossa gratidão ao Mestre Gabriel por nos ofertar esse tesouro de Luz, Paz e Amor.

*Danitza Colares é membro do Corpo do Conselho e monitora da Novo Encanto do Núcleo Tucunacá; Marcelo Rangel é membro do Corpo do Conselho do Núcleo Fortaleza e Coordenador Regional da Novo Encanto na 11ª Região. 

9 respostas
  1. Carlos Silva
    Carlos Silva says:

    Quero parabenizar esta iniciativa. Nós que bebemos o chá sagrado e curativo, o VEGETAL, devemos colaborar com a grande família da natureza. Alem de semear Mariri e Chacrona, outras plantas são tambem necessarias. Toda semente é vida e vida não pode ser jogada no lixo. Pode ser jogada na terra. Então vamos “passarinhar”.

    Responder
  2. Daniele Freire
    Daniele Freire says:

    Um bela iniciativa conectar as crianças e as famílias com a terra , com a água , olhar para o céu ver qual lua estamos!!!
    Acompanhar o nascimento de cada plantinha esta sendo um experiência rica e cheia de aprendizados mesmo em um apartamento já temos
    brotando e crescendo pequenos pés de jatobá , manga caju , goiaba e moringa !

    Responder
  3. Alysson Maciel Pinto
    Alysson Maciel Pinto says:

    Uma beleza este Projeto. Nele o encanto e o encantamento foram trazidos para dentro dos lares: de ver a natureza germinando pertinho de nós, de unir ainda mais famílias e suas crianças e aumentar nestas a consciência ecológica. Vida longa ao Sementes de Amor.

    Responder
  4. Lúcia de Fátima
    Lúcia de Fátima says:

    Projeto que vem encantando cada dia mais com atividades que integram as familias e que vem carinhosamente incentivando nossas crianças a honrar a nossa mãe Terra. Que lindeza!

    Responder
  5. Rita Valéria Conti
    Rita Valéria Conti says:

    Que maravilha de Projeto para ser replicado, triplicado. Há alguns anos, no N. Vitória, em Vitória da Conquista/BA, realizamos uma iniciativa semelhante e o dia escolhido psra plantar as árvores no terreno do núcleo foi um dia alegre e integrativo, várias famílias envolvidas. A minha familia plantou um pé de laranja,. Atualmente, sigo em outro núcleo, mas acredito que aquelas árvores estão dando bons frutos.
    Que continuemos plantando esse amor por nós e pela natureza em nossos lares e corações!
    Rita Valeria Conti- N Rosa das Campinas-Mucugê/Capada Diamantina/BA

    Responder
  6. Mário Sergio de Oliveira Fontes
    Mário Sergio de Oliveira Fontes says:

    Planto vasinhos com sementes de árvores em casa e quando é época de chuva planto com terra vegetal em praças e estacionamentos

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta para Daniele Freire Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *