Documentário de TV sobre a UDV já está no ar

| 18 abril 2016

Sessão da União do Vegetal | Arquivo: TV Brasil

O programa Retratos de Fé, da TV Brasil, exibiu na sexta-feira, 15 de abril, um documentário sobre a União do Vegetal. Sem nenhum tipo de mediação, essa série da televisão pública abre espaço para religiões se apresentarem ao público a partir do seu próprio olhar e características. Essa é a segunda temporada do programa, na qual outras 25 religiões serão retratadas.

Assista o vídeo abaixo:

O documentário sobre a UDV será repetido uma vez por mês na TV Brasil e poderá ser assistido a qualquer momento no site do programa.

As gravações na UDV foram feitas na Sede Geral da UDV, em Brasília; no Núcleo Samaúma, em São Paulo e no Núcleo Rei Salomão, em Minas Gerais.

10 respostas
  1. Gabão Nogueira
    Gabão Nogueira says:

    Bem legal o documentário! Fiquei surpreso, positivamente, em ver e ouvir chamadas e parte do nosso ritual, que antes ficava muito “secreto”. Com o momento do país e da nossa instituição, acho uma boa essa maior abertura em nos apresentarmos à sociedade e mostrar mais quem somos. Assim, fica mais transparente para aqueles que têm dúvida, sujeito a acharem um local de “bicho-grilos”, que a UDV é uma instituição séria, composta por pessoas normais, responsáveis, que buscam um aprimoramento de suas virtudes e que o nosso ritual é algo simples e sincero.

    Valeu e parabéns a todos os envolvidos!

    Responder
    • roseli miguel
      roseli miguel says:

      Oportunidade de querer ser uma pessoa melhor a cada dia, sou e serei sempre grata por pertencer a esta Religião que vem a tanto tempo me mostrando o caminho verdadeiro

      Responder
  2. Evileide Leal
    Evileide Leal says:

    Muito bom o documentário!!!
    Mas, o mestre Rodrigo (no vídeo) diz que o Mestre Gabriel bebeu o vegetal e então começou a se recordar… Eu venho aprendendo na União que o Mestre Gabriel já veio recordado, consciente de sua missão!!?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta para jamil sena alves Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *