Novo Encanto

Seringal Novo Encanto | Foto: Augusto Pessoa

novo encanto

Por ter sido criada na Floresta Amazônica e ter na base de seu ritual o uso do Chá Hoasca, preparado a partir de duas plantas nativas da região (Mariri e Chacrona), a União do Vegetal nasceu com a vocação de respeito, zelo e preservação do meio ambiente.

A partir dessa realidade, sócios da União do Vegetal fundaram, em 1990, uma organização não governamental para implementar suas ações ambientais: a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico que, em 2010, transformou-se em Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), apta a realizar projetos de preservação e desenvolvimento sustentável.

COMPROMISSO COM A NATUREZA

Em 1991, a Novo Encanto formalizou um termo de cooperação técnica com a Centro Espírita Beneficente União do Vegetal que prevê a soma de esforços em objetivos comuns. Entre eles,  preservação e plantio do Mariri e Chacrona; capacitação de plantadores dessas plantas; educação ambiental; desenvolvimento de técnicas de permacultura, agrofloresta, agricultura orgânica e bioconstrução; e preservação de nascentes. A elaboração de projetos de manejo florestal e recuperação de áreas degradadas fazem parte do acordo.