Projeto Mano Empreendedor traz benefícios à 11ª Região

Giuliano Villa Nova*


| 12 Setembro 2017

Sócios da UDV participam de iniciativa que valoriza o empreendedorismo | Foto:DMC/Núcleo Tucunacá.

Incentivar o empreendedorismo é uma das formas de se fazer Beneficência. Isso é o que mostra o Projeto Mano Empreendedor, que nasceu e está trazendo resultados positivos a diversos associados do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal na 11ª Região (Núcleos do Ceará, Piauí e Maranhão). De acordo com a coordenadora do projeto, Maria das Graças Teixeira Mendes, integrante do Corpo do Conselho do Núcleo Tucunacá (Fortaleza-CE), muito mais do que um espaço para o comércio, o Mano Empreendedor tem por objetivo proporcionar melhor qualidade de vida aos participantes por meio do estímulo à qualificação empreendedora. “O âmbito da União não necessita de comércio, mas precisamos que haja um desenvolvimento das pessoas. No Mano Empreendedor, isso ocorre por meio de uma série de capacitações e oportunidades”, comenta Maria das Graças.

O Projeto Mano Empreendedor é uma ação beneficente, desenvolvida para os sócios da UDV, sob a supervisão do Mestre Representante e do Presidente do Núcleo em que está sendo realizado. Estimula ações empreendedoras dos associados do Centro, contribui para o aumento da renda familiar e o aprimoramento profissional. Entre outras, são condições para fazer parte do Mano Empreendedor: ser sócio da UDV, apresentar uma ação empreendedora, ser cogestor e responsável pelo projeto e pagar uma pequena taxa mensal para manutenção do projeto.

Progresso

 A artesã Maria Lurdes da Cruz Sousa, participante do Mano Empreendedor, garante que tem experimentado um grande progresso em sua vida profissional. “Para mim, tem sido de bom proveito, porque eu comecei fazendo poucas coisas, alguns artefatos para cozinha, como panos de prato, e fui me desenvolvendo. Hoje, já estou com estandes em dois shopping centers de Fortaleza e, em breve, vou abrir o terceiro, com roupas de dormir e lençóis”, descreve. “Tenho procurado aprender cada vez mais para me aprimorar, como empreendedora”, diz.

A exemplo de Lurdes, os participantes do projeto têm a oportunidade de expor seus produtos e serviços em um espaço determinado, em dias e horários específicos. No Núcleo Tucunacá, isso ocorre nas noites dos primeiros e terceiros sábados de cada mês. No ano passado, os participantes também mostraram seus produtos ao público em geral em uma feira, realizada na Casa José de Alencar, em Fortaleza.

Além do oferecimento dos produtos e serviços, as ações do Mano Empreendedor são realizadas por meio de palestras, oficinas e encontros. Periodicamente, as ações são avaliadas pelos participantes, para seu aprimoramento. A próxima etapa será o lançamento de uma agenda, na qual os participantes poderão oferecer suas habilidades na prestação de serviços. “Este ano, já tivemos um seminário sobre Prosperidade e uma palestra a respeito de Empreendedorismo. Estamos programando realizar oficinas sobre precificação, negociação e marketing digital. Tudo isso para trabalharmos o desenvolvimento do ser humano, para que as pessoas possam ter um trabalho social com elas mesmas, atendendo às suas necessidades. Por isso, desde o início, esse trabalho esteve ligado à Beneficência”, observa Maria das Graças.

Benefícios

A semente do Mano Empreendedor foi lançada por Maria das Graças no ano 2000, quando ela e o marido, Ascelino Teixeira Mendes, eram sócios do Núcleo Fortaleza. O desenho do projeto foi feito por Raimundo Ribeiro da Cunha – integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Tucunacá –, ainda sem o viés da capacitação profissional. Maria das Graças teve a ideia de aproveitar a experiência profissional e incentivar o empreendedorismo na irmandade. “Trabalhei por cinco anos com aceleradoras de empresas. É gratificante acompanhar o surgimento de uma ideia, vê-la se desenvolver e se tornar um bom negócio, contribuindo para o crescimento das pessoas”, descreve.

Na atual configuração, em vigor desde 2014, o projeto conta com 20 participantes inscritos, que oferecem artesanatos, produtos fitoterápicos, confecções, acessórios, pães e alimentos integrais, entre outros produtos. Sinval Camurça, integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Tucunacá e participante do Mano Empreendedor, elogia a iniciativa. “É uma coisa boa, que está trazendo benefícios e felicidade para toda a irmandade”, opina.

O Projeto Mano Empreendedor também está sendo adotado nos Núcleos Fortaleza, Flor Divina, Mestre Sidom (Sobral-CE) e Mestre Adamir (Teresina-PI), todos na 11ª Região. “Espero ver esse projeto em toda a UDV no futuro. Não é uma necessidade unicamente nossa: pessoas de muitos lugares precisam. E é uma metodologia que pode ser desenvolvida e adaptada de acordo com as necessidades de cada Região”, projeta Maria das Graças.

*Giuliano Villa Nova é integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Tucunacá e Vice-Diretor de Comunicação Interna do DMC- DG. 

16 respostas
  1. Israel Beser
    Israel Beser says:

    Excelente, brilhante ideia!

    Essa inteligência caianinha traz benefícios à nossa irmandade da União, podemos trabalhar o desenvolvimento de forma inteligente e consciente, visando a prosperidade no meio de nossa irmandade, muito legal!! Expresso meu apoio por essa iniciativa e por tantas outras ideias boas e saudáveis que estão surgindo no seio de nossa religião, tudo em prol do sustento e desenvolvimento da obra, e de todos nós.

    Parabéns aos pioneiros C. Maria e M. Ascelino, e a irmandade que abraçou e entendeu essa ideia, sucesso e prosperidade à todos!

    Israel Beser
    N. Castelo de Marfim – 14º Região

    Responder
  2. Luciano Oliveira
    Luciano Oliveira says:

    Olá,
    Li matéria e vejo de grande valia esse projeto que vem sendo realizado na 11 região, com uma irmandade próspera o seu reflexo fortalece todo o centro e sua institucionalização.
    LPA
    Luciano Oliveira
    CI – N Estrela da Manhã
    Camaçari -Bahia

    Responder
  3. Joviana
    Joviana says:

    Esse Projeto Mano Empreendedor, acredito que será relevante na vida de pessoas que diretamente ou indiretamente são beneficiados. Estão de parabéns todos que estão engajados nesse trabalho. Os resultados vão beneficiar familiares e também gerar empregos. Sucesso nessa caminhada.!!!!

    Responder
  4. Alexandre Eller
    Alexandre Eller says:

    Venho acompanhando este projeto no meu Núcleo, N. Tucunacá. É uma alegria ver a prosperidade dos manos envolvidos no empreendimento. Já comprei pães, panos, incenso, pomadas fitoterápicas, geléias e biscoitos. Tudo de boa qualidade. Recomendo.

    Responder
  5. Carla Arléo
    Carla Arléo says:

    Parabéns aos idealizadores e colaboradores da idéia!!. Amei ver este movimento do bem e espero que multiplique e floresça em todas as outras unidades. LPA

    Responder
  6. Iran Jacob
    Iran Jacob says:

    Prezados irmãos
    Quero entrar em contato com os senhores através de telefone ou Whats app.
    É possível me enviarem?

    Grato
    Iran Jacob – Núcleo Recanto das Flores -Ubá=MG

    RESPOSTA: Caro Iran, vamos encaminhar o seu contato para os responsáveis pelo Projeto.

    Responder
  7. Mônica
    Mônica says:

    Parabéns a todos que iniciaram esse trabalho, acho muito importante essas iniciativas para auxiliar a irmandade no crescimento profissional e valorização para o crescimento de todos.
    Excelente projeto Mano empreendedor.

    Responder
  8. Rodrigo Garcia
    Rodrigo Garcia says:

    Expansão de um bem social ver iniciativas desse gabarito acontecendo no âmbito do Centro, faz acreditar que a solidariedade também é presente dentro do campo econômico e anuncia dias melhores na vida das pessoas.

    Responder
    • Graça Mendes
      Graça Mendes says:

      Olá mano,
      Estou ao disposião para atender este projeto. Será disponibilizado à secretária da Beneficencia da UDV, Conselheira Glória, e ela encaminhará aos Núcleos este projeto da UDV.

      Se puder entre em contato com meu WhatsApp – (85) 99713 7099, fica mais fácil passar essas informações.

      Graça Mendes

      Responder
  9. Rogerio Lopes
    Rogerio Lopes says:

    Eu sou sócio da UDV, no Núcleo Estrela Matutina – Distrito Federal. Esse projeto me interessou, só que ele ainda não está implantado na nossa região. Se algum irmão puder entrar em contato comigo atravéss do meu e-mail para me dar mais esclarecimentos, ficarei grato. o e-mail é rogeriolopes1805@gmail.com.

    Responder
  10. Juliana Bispo
    Juliana Bispo says:

    Que ideia maravilhosa. Muitos núcleos dispõe de espaços que podem ser mais aproveitados e muitas vezes temos ideias que não colocamos em pratica.
    Gostaria de saber se vocês tem este projeto formatado, para que eu possa apresentar aqui na minha região e quem sabe ser um incentivo para os irmãos que necessitam de uma renda extra.

    RESPOSTA: Cara Juliana, entraremos em contato por email.

    Responder
  11. Maria Augusta Boaventura
    Maria Augusta Boaventura says:

    Excelente iniciativa. Além de Funcionária Pública também sou artesã e sei a importância de um projeto como esse para divulgar e incentivar nossos empreendimentos. Que essa semente cresça e se multiplique em toda UDV.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *