O diploma do seu Condé

Edson Lodi*

Na foto, seu Condé autografa o livro O Milagre das Plantas. Ao seu lado, sua companheira, Conselheira Terezinha Condé, e a amiga da família, Conselheira Vitória, do Núcleo Luz Dourada (Juiz de Fora – MG) | Foto: Welington Souza.

Chega às minhas mãos o livro O Milagre das Plantas, cuja capa já deixa transparecer um rico conteúdo. Nesta se vê a imagem de um senhor de cabelos brancos – a sabedoria reflete a cor do luar –, olhos de menino inquieto e mãos campesinas, acostumadas ao arado e ao abençoar.

Sebastião Condé, que completou 94 anos no dia 14 de abril deste ano, é esteio de uma numerosa família, casa que construiu juntamente com Terezinha Amato Condé, sua esposa – alicerce e terra boa onde plantou flores. Nessa casa abrigam-se seis filhos, 20 netos e 27 bisnetos. Excelente lavra que ainda está sendo regada e que, certamente, haverá de gerar novos frutos. Seu Condé, como é carinhosamente conhecido na União do Vegetal, tem semeado a Flor do Bem Querer no solo fértil da amizade e da esperança. Hoje, ele integra o Corpo do Conselho do Núcleo Recanto das Flores, em Ubá-MG (12a Região).

Desde menino teve um sonho: o de ser médico. Sem condições para atendê-lo, seu pai lhe deu uma enxada e a têmpera de um lavrador persistente que nos eitos da vida lavrou-se a si mesmo, amanhou suas esperanças e se fez homem de bem e doutor na ciência da cura. E, como bom curador, incorporou ao seu ofício as rezas e bênçãos que aprendeu de seus antepassados.

Ouso dizer, sem nenhum receio, que este livro, O Milagre das Plantas, é o seu diploma de médico.

Entretanto, o que o torna único entre tantos livros semelhantes e que são igualmente úteis?

A prática incessante, amorosa e sincera do autor é a melhor resposta. Tornou-se uma rotina no Sítio Recanto das flores – onde mora e planta seus sonhos, colhendo deles o doce fruto de seu trabalho –, ser procurado por muitas pessoas em busca de mais saúde. O contato com seu Condé é, por si mesmo, uma pausa na ansiedade e nas aflições. Conversa mansa, sem pressa, de bom mineiro – de quem está verdadeiramente interessado em buscar a cura ou algum lenitivo para os necessitados.

Desde os depoimentos sinceros de seus filhos e filhas, emoldurados por finíssima áurea de gratidão, o livro estende-se às mais variadas práticas e receitas medicinais. E traz em seu interior – qual raízes profundas pelas quais desabrocham a saúde – o conhecimento que seu Condé, como é carinhosamente conhecido, adquiriu de seus pais e avós.

Crajiru, babosa e guaco. Jambu, dente de leão, sálvia, tuia, joão-brandinho e tantas outras espécies vegetais brotam do receituário, como notas de uma ciranda de variadas cores e movimentos. De forma tal, que parecem cavar, plantar, nas fendas das doenças e outras malquerenças, as sementes rejuvenescedoras da saúde, que vem pelos fluidos e essências de nossas mais antigas, humildes companheiras – as plantas medicinais.

Porém, é preciso conhecê-las, conviver com elas, estabelecer vínculos de amor e confiança. Seu Condé, devagar e pacientemente, foi se aproximando das ervas da medicina, aprendendo a fazer as mezinhas, a conhecer pela experimentação e pelo respeito a elas, um pouco mais além do que já era conhecido.

Este tesouro, qual semente encanteirada por tantos anos e que se rompeu vigorosa e fértil – Como bem esclarece sua filha Mônica: “No tempo em que as avós eram encantadas e recendiam a alfazema…”. -, nos é agora doado neste didático, singelo e oportuno O Milagre das Plantas. Já está entre os meus livros de cabeceira.

Serviço:

O livro O Milagre das Plantas foi lançado, em sua 2ª ed., no dia 25 de Março passado, no Núcleo Recanto das Flores, 12a Região (Ubá – MG) e pode ser adquirido através do e-mail omilagredasplantas@gmail.com. Em 2016, o livro recebeu o Selo Bom de Ler.

*Edson Lodi é Mestre Assistente Geral do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal.

Publicado em 20 de Abril de 2017. 

10 respostas
  1. Paulo Matricó
    Paulo Matricó says:

    Coisa linda. Digna de um poema e uma canção . Salve Seu Condé e seu povo. Sua sabedoria deve ser perpetuada! Grande abraço!

    Paulo Matricó

    Responder
  2. Rozangela Souza
    Rozangela Souza says:

    Seu Condé um mestre. Sempre ensinando e atendendo os irmãos com carinho e atenção. Um exemplo. Ele e dona Tereza são pessoas maravilhosas. Os tenho guardados no meu coração. Grande abraço cheio de saudades.

    Responder
  3. Evanize de Barros Lima
    Evanize de Barros Lima says:

    Parabéns e minha admiração pelo seu Condé, estudar as plantas e a natureza para trazer a cura nossa e do próximo é um profundo ato de amor! A prova que estar junto da natureza traz benefícios está representada nos 95 anos desse moço. Gratidão por esse reconhecimento aos médicos da natureza!

    Responder
  4. Ximena Vázquez
    Ximena Vázquez says:

    Conheço seu Condé…. pessoa fina e sensível! Não haveriam mais belas palavras para expressar quem ele é! Linda homenagem da família com esse livro! Diploma de médico!! Gostei!!

    Responder
  5. Ricabeth
    Ricabeth says:

    São esses acontecimentos que mostram a realidade da semente do Bem predominando nesse planeta terra. Que o Mestre continue iluminando o Sr. Condé e toda família.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *