Um jardim ao sul do Brasil: Núcleo Jardim das Flores comemora 30 anos

Taiane Santi Martins*

| 3 Outubro 2017

Irmandade em frente ao Templo do Núcleo Jardim das Flores, 02 de setembro de 2017 | Foto: Egídio Pandolfo.

No ano de 1987, a perspectiva de que a União do Vegetal desenvolvesse um trabalho em Porto Alegre (RS) animou um grupo de pessoas que viajava longas distâncias para poder participar de uma Sessão. Poucas Sessões haviam sido realizadas em território gaúcho, com um grande espaçamento de tempo entre elas. Em meados deste mesmo ano, Augusto Freire (na época filiado ao Núcleo Pupuramanta-RJ) realizou uma primeira Sessão de Vegetal no apartamento de um irmão, em um movimento de trazer a União do Vegetal em definitivo para o Rio Grande do Sul. Nessa ocasião, Nelson Barbosa Bittencourt (hoje no Quadro de Mestres da DAV de Antônio Prado/RS), teve uma miração especialmente bonita, em que viu um jardim repleto de flores. Posteriormente, no final do mês de setembro, Augusto mudou-se com sua família, C. Marlídia Gomes de Carvalho, seus filhos Arliss, Emanuel e Ana Maria, para Porto Alegre.

Em 3 de outubro desse mesmo ano, aconteceu então a primeira sessão, num sábado de escala, no Sítio Paloma, em Viamão (RS), local que fora cedido por Teresinha Margarete da Rosa (hoje integrante do Corpo do Conselho do Núcleo Porto Alegre – Porto Alegre/RS). A partir daí, começaram a ser realizadas Sessões de Vegetal regularmente, sob os cuidados do então Mestre Augusto. Eram cerca de 10 pessoas empenhadas em dar início aos trabalhos da União no Rio Grande do Sul. Foi essa a primeira semente plantada de um jardim que ainda viria a florescer.

Na sequência, foi realizada a primeira Sessão, num sábado de escala, no Sítio Paloma, em Viamão, local que fora cedido por Teresinha Margarete da Rosa (hoje integrante do Corpo do Conselho do Núcleo Porto Alegre – Porto Alegre/RS). A partir daí, passou-se a haver Sessões de Vegetal regularmente, sob os cuidados do então Mestre Augusto. Eram cerca de 10 pessoas empenhadas em dar início aos trabalhos da União no Rio Grande do Sul.

Em 10 de fevereiro de 1988, a Sede Geral autorizou uma Distribuição de Vegetal para receber novas pessoas. Na época, o Mestre Geral Representante era Raimundo Monteiro de Souza e o Mestre Central, Luís Felipe Belmonte dos Santos. O Mestre Manoel Nogueira da Silva veio a Porto Alegre trazer a autorização da Sede Geral e dirigiu a Sessão de aniversário do Mestre Gabriel. Foi a primeira Sessão realizada com mesa.

A Distribuição Autorizada de Vegetal funcionou por aproximadamente quatro anos, período em que foi feito um movimento para a arrecadação de recursos para a compra de uma sede própria. O primeiro terreno foi adquirido em 1989, no bairro Belém Velho, e lá ficamos até 1994, quando, por necessidade de expansão, a sede foi transferida para o Beco dos Farias, na região do Morro São Pedro. Nesse primeiro local, foi feito um importante trabalho de jardinagem e recuperação ambiental, transformando um descampado num jardim florido e bem cuidado.

Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Jardim das Flores. 

O nome Jardim das Flores

Em 21 de dezembro de 1991, foi anunciado o nome do Pré-Núcleo Jardim das Flores, relembrando a miração de Nelson Bittencourt. A Fundação deu-se em 06 de janeiro de 1992, às 21h, conforme autorização da Sede Geral. Augusto Freire foi o primeiro Mestre Representante e João Henrique Ramos, o primeiro presidente.

Em janeiro de 1994, foi realizado o primeiro Preparo na cidade de Porto Alegre. Foi esse Preparo o responsável pela mudança definitiva para o local onde hoje é nossa sede, no fim da estradinha do Beco dos Farias, na base de uma reserva ecológica. Ali foi possível construir uma fornalha e, depois de um tempo, a casa de Preparo. O templo mesmo só veio em 2002, ano do início de sua construção, e exigiu um esforço de toda a irmandade.

No início, as Sessões eram realizadas do lado de fora da casinha de pedra (que virou a casa de Preparo), com um puxadinho de lona ou de plástico preto mesmo, sem energia elétrica, com iluminação de lampiões a gás. A precariedade das instalações era compensada pela sensação de aconchego e pela natureza generosa. Com amor e dedicação, nosso jardim veio florescendo: casa de Preparo, berçário, templo, plantio de Mariri, horta, canteiros de chás e, enfim, flores. Quem hoje vê o templo construído, enfeitado com bandeirinhas coloridas na época de São João, não faz ideia dos obstáculos vencidos.

Considera-se o dia 3 de outubro de 1987 a data de início dos trabalhos da União em Porto Alegre. A Direção, em consenso, decidiu preservar a memória desse acontecimento fazendo deste dia o aniversário do Núcleo Jardim das Flores. A elevação a Núcleo deu-se nessa mesma data, em 1996, numa Sessão dirigida pelo Mestre Geral Representante à época, Raimundo Monteiro de Souza, tendo também a presença do então Mestre Central, Clovis Cavalieri Rodrigues de Carvalho (que hoje é o atual Mestre Geral Representante).

Novas sementes

Do crescimento da irmandade surgiu a necessidade de plantar novas sementes da União do Vegetal no sul do país. A primeira foi em 2005, através da disponibilidade de 61 irmãos que deram início aos trabalhos para criação de um futuro Núcleo. Em 5 de abril de 2008, foi inaugurado o primeiro fruto do Jardim das Flores: o Pré-Núcleo Porto Alegre, elevado a Núcleo em 12 de dezembro de 2009.

Ainda em 2008, o Jardim das Flores continuou seu trabalho de expansão da UDV no Rio Grande do Sul. Dois movimentos para futuros Núcleos se formaram, resultando na abertura, em agosto de 2011, de uma Distribuição Autorizada de Vegetal (hoje o Núcleo Mãe Santíssima), na região de Santa Maria/Itaara, sob a responsabilidade, à época, do Mestre César Huilson Frota, e na abertura de outra Distribuição Autorizada de Vegetal, na região de Antônio Prado, em fevereiro de 2015, sob a responsabilidade, à época, do Mestre César Cony.

A Distribuição Autorizada de Vegetal de Antônio Prado logo será o Núcleo Bom Jardineiro, com elevação prevista para o dia 25 de novembro de 2017. No final de 2013, uma nova semente começa a germinar na região de Pelotas, uma extensão do Núcleo Mãe Santíssima, sob a responsabilidade do Mestre Vili Nelson Peter.

Hoje, sob a Representação do Mestre José Cássio da Silva, o Núcleo Jardim das Flores conta com 138 sócios e comemora a chegada de seu trigésimo aniversário. São 30 anos semeando flores na região e no coração das pessoas, trabalhando pelo desenvolvimento espiritual, construindo amizades, plantando Mariri e Chacrona. É com alegria, portanto, que relembramos a caminhada que nos trouxe até aqui, e é com alegria que nos direcionamos para os próximos 30 anos e os seguintes.

*Taiane Santi Martins é discípula do Corpo Instrutivo e integrante do Departamento de Memória e Comunicação do Núcleo Jardim das Flores.

16 respostas
  1. Glenisson Araújo
    Glenisson Araújo says:

    Que Deus abençoe essa irmandade de pelejas e vitórias do Núcleo Jardim das Flores.
    Força, Fé e Coragem sempre, para se fazer cumprir a palavra de nosso Grande Mestre.

    Responder
  2. Heloisa Bastos Machado
    Heloisa Bastos Machado says:

    Parabéns queridos manos por mais essa vitória!
    Sou grata por ter sido acolhida nesse Núcleo num momento bem importante da minha vida.
    Que vocês continuem nesse caminho tão maravilhoso!

    Responder
  3. Carbajal
    Carbajal says:

    Forte Ligação com o Núcleo Estrela Dalva…! Vida Longa, Saúde e um tanto de Alegrias aos valorosos irmãos do Querido Núcleo, Jardim das Flores!

    Responder
  4. José Dari Filho
    José Dari Filho says:

    Jardim, belo Jardim das Flores… Suas sementes bem plantadas, no solo fértil do sul, no Porto Alegre (em) que surgiu, a Mãe Santíssima o abençoou e o Bom Jardineiro anunciou: que suas belas flores hão de crescer, multiplicar e encantar aqueles que a ti vierem visitar, pois a beleza que expressas, é a certeza da palavra manifesta, do Santo Amor do Mestre, que vem em todos despertar…
    A esse ponto de luz tenho gratidão e reconhecimento, pois foi aqui e em suas belas flores, que pelo Rio Grande foram plantadas e vem sendo cultivadas, que conheci e venho conhecendo, e também minha família, a luz que vem a todos iluminar… Viva os 30 anos e que venham mais, com prosperidade, alegria e amor, seguindo firme o nosso guia, que com a Rosa vem nos guiar…Gratidão a União e ao Mestre Gabriel pelo ato de sublime amor ao recriar essa Sagrada Obra… Luz, Paz e Amor

    Responder
  5. Ibsen Gouvea Bruno
    Ibsen Gouvea Bruno says:

    Parabéns ao N. Jardim das Flores! Lugar maravilhoso em que fiz parte dessa irmandade por alguns anos. Que alegria imensa comemorar esses 30 anos de existência! Sejam felizes queridos irmãos do N. Jardim das. Flores! E que esse jardim continue florescendo e encantando à todos que aí chegarem! Alegria, alegria!…

    Responder
  6. Regina Richau Frazão
    Regina Richau Frazão says:

    Que alegria sinto pela bondade de Deus !

    Grande felicidade invade meu coração ao reler a história e rever pelas fotos, aqueles primeiros momentos em que tive a satisfação de estar presente (representada em uma foto pelas minhas filhas, pequenas ainda !!)

    E agora o Jardim da Flores, já deu umas tantas “mudas” que são os núcleos que dele desabrocharam… quanta alegria !
    O desejo meu e de minha família é que todos os sócios da UDV do Rio Grande do Sul prosperem, sempre se lembrando desse núcleo mãe dos quais são os queridos filhos, fazendo com que a Luz do nosso Guia Espiritual chegue cada vez mais ao coração de todos que queiram conhecê-la.

    Com afeto,
    Regina Richau Frazão e Família

    Responder
  7. Maria Helena Rodrigues de Moraes
    Maria Helena Rodrigues de Moraes says:

    Que belo, singelo e com tantos bons exemplos que me motivam a ir, conhecer e já ficar por lá…
    Parabéns ao exemplar trabalho do DMC e toda Irmandade!!

    Responder
  8. LUIZ GUILHERME NASCIMENTO
    LUIZ GUILHERME NASCIMENTO says:

    Parabénsvaos irmãos do Núcleo Jardim das Flores. Na foto de capa vi a irmã Sheila Vigarani, que iniciou aqui no Núcleo Príncipe Ancarilho em Guarapari, junto com o irmão Wagner, hoje Conselheiro. Forte abraço.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *