Núcleo Rei Canaã, 32 anos de história no Pará

Mauro Sérgio de Souto Lima*

Fachada do Templo do Núcleo Rei Canaã (Belém-PA) | DMD/Rei Canaã.

Em 7 de setembro de 1989, a Distribuição Autorizada de Vegetal de Belém (PA) foi elevada à condição de Pré-núcleo Rei Canaã. Exatos três anos após, em 7 de setembro de 1992, o Pré-núcleo se transforma em Núcleo. Desta maneira, neste 7 de setembro de 2016, a Direção e Irmandade do Núcleo Rei Canaã festejam com alegria os 27 anos de sua criação. A seguir, contamos um pouco da história do primeiro Núcleo do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal no Estado Pará.

Era início da década de oitenta quando alguns irmãos começaram a chegar a cidade de Belém com o objetivo de pesquisar e colher mariri para atender alguns núcleos do Nordeste e Centro-Oeste. Benjamin, Flávio Mesquita, Jorge Novaes e Erik foram alguns desses irmãos. Nas vindas à capital paraense, encontraram a irmã Maria Luiza, que havia conhecido a União do Vegetal em Porto Velho (RO), e Pedro Ribeiro, discípulo que conheceu o Vegetal em Manaus (AM) e que já estava morando em Belém com a esperança de ver nascer nesta cidade um núcleo da União do Vegetal.

                           Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo Rei Canaã.

A distribuição foi oficalmente autorizada em 1984, e a primeira sessão de escala aconteceu em 07 de abril daquele mesmo ano, na casa de Pedro Ribeiro reunindo apenas sete pessoas: Pedro, Conselheiro Benjamin, Conselheira Maria Luíza, Marlene, Manoel, Maria e Gilmar. No início, a distribuição estava ligada à 4ª Região e depois à Sede Geral, quando o Mestre Raimundo Monteiro de Souza era Mestre Geral Representante.

Frequentemente, Pedro Ribeiro e Benjamim pesquisavam mariri nas florestas do interior do Pará. Até que um dia chegaram a um terreno no município de Vigia, onde foi encontrado o reinado de mariri Caupuri que abasteceu Belém e núcleos de outros estados do Brasil durante alguns anos.

O terreno e a construção do templo

Ainda em 1984, Pedro e Benjamim encontraram uma área no município de Ananindeua, na região metropolitana de Belém, para sediar o futuro núcleo. Pela proximidade com a floresta, pensaram em plantar mariri e chacrona naquela área e logo fizeram um canteiro para iniciar o plantio.

Em janeiro de 1985, com a mudança do Conselheiro Benjamim para Porto Velho, Pedro Ribeiro que já pertencia ao Corpo Instrutivo, ficou responsável pela Distribuição de Vegetal em Belém. Com auxílio da Conselheira Maria Luiza e do irmão Alberto Wagner formou-se um grupo de dez pessoas que seguiram bebendo o Vegetal e enfrentando os desafios do pioneirismo.

Em 1986, iniciou-se a construção do primeiro templo que foi inaugurado no dia 27 de setembro, com um Preparo de Vegetal. Dele participaram:Mestre Monteiro (Mestre Geral Representante na época), Mestre Miguel, Mestre Edson Lodi, Mestre Yuggi Makiuchi e os irmãos Antenor, Campos, Ronaldo, Milton, Vicente, Francinete, Célio, Marco Aurélio, Amélia, entre outros. A partir daí, as sessões para atender adventícios, tornaram-se constantes e o grupo de discípulos cresceu. Em 1987 chegaram na irmandade Antônio Carlos e sua companheira Maria Marta, para unirem-se ao grupo que estava trabalhando pela expansão da UDV no Pará.

Sessão de aniversário do Núcleo Rei Canaã, em 07/09/2006 | Foto: DMD/Rei Canaã.

Criação do Pré-núcleo e Núcleo

Durante um Preparo de Vegetal, em fevereiro de 1988, o Mestre Silvio Gomes, vindo de Fortaleza, recebeu a responsabilidade pela Distribuição em Belém. Com o crescimento da irmandade foram ampliados o templo e da casa de preparo. E mais dois lotes foram comprados para aumentar a área do terreno.

Em maio de 1989, a Distribuição de Belém passou a integrar a 2ª Região da UDV, sediada em Manaus, estado do Amazonas. Em 7 de setembro de 1989 aconteceu a transformação a pré-núcleo, em sessão dirigida pelo Mestre Central da 2ª Região, Mestre Florêncio Siqueira de Carvalho, que designou o Mestre Silvio Gomes para Mestre Representante do Pré-Núcleo Rei Canaã.

Em 7 de abril de 1990, o conselheiro Pedro recebeu a Estrela de Mestre e, em 18 de agosto, foi oficializada a primeira diretoria, da qual ele foi presidente e que teve como vice-presidente o Conselheiro Antonio Carlos. Pouco a pouco, a irmandade aumentou e mais irmãos chegaram nos graus hierarquicos da UDV. Com um grupo de aproximadamente 40 pessoas, a transformação a núcleo foi festejada com uma sessão dirigida pelo Mestre Representante, Mestre Silvio Gomes, no dia 7 de setembro de 1992, logo após um Preparo de Vegetal.

O trabalho de Orientação Espiritual com Crianças e Jovens é desenvolvido desde 1997, quando foi criado o Grupo Florescendo  com o objetivo de promover encontros e atividades educativas com as crianças. Um pouco antes, no início da década de 90, havia sido criado o Grupo Jovem Coração de Estudante para atendimento aos adolescentes e jovens do núcleo, passando já por algumas gerações de jovens até a atual. Um traço marcante das atividades dos jovens no Núcleo é a edição do jornal ‘Papo Reto’, um informativo feito por eles, que já encontra-se em sua 113ª edição, sendo editado há mais de 20 anos, pelos diversos grupos de jovens que se formaram no Núcleo ao longo desse tempo.Este trabalho com crianças e jovens também vem utilizando os recursos da música como instrumento de união e formação, o que tornou a expressão musical um traço marcante na  identidade do Núcleo devido à boa quantidade de músicos, professores e alunos que a irmandade possui.

A origem de mais quatro núcleos

Procurando trabalhar pelo engrandecimento da União do Vegetal em terras paraenses, a partir do Núcleo Rei Canãa se originaram os atuais núcleos que compõem a 14ª Região: Núcleo Jardim Florido (Macapá- AP) Núcleo Castelo de Marfim (Santarém-PA), Núcleo Príncipe Ram (Belém-PA) e Núcleo Augusto Cangulê (Parauapebas-PA).

Dia da Paz e da Reconciliação

Em 2011, em conjunto com a direção do Núcleo Príncipe Ram, o Núcleo Rei Canaã apoiou a Administração Central no trabalho institucional junto às autoridades que resultou na realização de uma Sessão Especial, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará, em homenagem ao cinquentenário da UDV e na promulgação da lei que instituiu o dia 22 de Julho como Dia Estadual da Paz e da Reconciliação. E ainda no reconhecimento da casa assistencial “Associação Beneficente Casa da Boa esperança” com o título de Utilidade Pública Estadual.

Dia do Bem e Orientação Espiritual

A beneficência mobiliza a irmandade durante todo o ano e promove duas ações anuais que se destacam: o Dia do Bem, com ações de assistência em saúde e de cidadania para a comunidade; e o Natal Ecológico que organiza uma campanha de arrecadação de donativos, brinquedos e alimentos para distribução às famílias cadastradas na casa asssitencial, além de ofertar também atividades de educação ambiental à comunidade.

Banco de Matrizes

O Núcleo Rei Canaã integra também o Comitê Gestor do Banco de Matrizes “Mestre Luiziário”, projeto estratégico da Diretoria Geral do Centro que tem o objetivo de preservar espécies e variedades de mariri e chacrona. O Banco de Matrizes está em fase de implantação no município de Santo Antônio do Tauá, a aproximadamente 70 quilometros de Belém.

Por ser o Núcleo mais antigo da região e ter uma infraestrutura em condições de receber um número maior de pessoas, o Núcleo Rei Canaã já sediou diversos encontros regionais do plantio, com a Representação Geral e Diretoria Geral, com a Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, com Departamento de Memória e Documentação, entre outros

*Mestre Representante do Núcleo Rei Canaã (Belém-PA). 

Pesquisa das fotos históricas: Paulo Raiol, membro do Corpo do Conselho do Núcleo Rei Canaã.

12 respostas
  1. EDSON LUIZ DA SILVA
    EDSON LUIZ DA SILVA says:

    Quero parabenizar a todos os irmãos que implantaram esse ponto de luz na terra e os demais que vêm cuidando para que ele se frutifique, como vem frutificando, parabéns a todos nós da 14a. Região e em especial ao núcleo Rei Canaã juntamente com toda irmandade. Felicidades.

    Responder
  2. Walteir Costa
    Walteir Costa says:

    Parabenizar a irmandade do Núcleo Rei Canaã pelo trabalho que vêm realizando em prol dessa nossa União do Vegetal. Que o Divino Mestre continue fortalecendo em nossos corações os símbolos de Luz, Paz e Amor. Sucesso a todos!!!

    Responder
  3. Guida
    Guida says:

    Muito bonito ver a história da nossa Sagrada União na história de cada núcleo e dos irmãos que desbravaram caminhos para cumprir a palavra do nosso Mestre. Parabéns!

    Responder
  4. Franciola Robinson
    Franciola Robinson says:

    Parabéns a todos àqueles que, iluminados pelo Mestre, encontraram o caminho para nos orientar em direção a luz. Sou grata e deixo aqui meu reconhecimento e quero dizer também que estou bem feliz por conviver com pessoas que buscam o caminho da retidão. Viva nossa Mestre Gabriel. Viva 7 de Setembro.

    Responder
  5. Renato Wieser
    Renato Wieser says:

    É com alegria que parabenizo toda a irmandade do Núcleo Rei Canaã pelos seus 32 anos de existência. Registro também minha gratidão a todos os irmãos desse núcleo que contribuíram de alguma forma durante esses anos com seu valoroso trabalho para proporcionar a orientação espiritual com os ensinos do Mestre Gabriel. A todos os senhores votos de Luz, Paz e Amor.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *