Núcleo Estrela do Norte inteira 34 anos

Hasteamento da Bandeira – E/D: Mestre Herculano, Mestre Braga e Mestre Monteiro | DMC/Núcleo Estrela do Norte.

O Núcleo Estrela do Norte inteirou 34 anos em 12 de novembro passado. O segundo Núcleo do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal em Porto Velho (RO) iniciou suas atividades no dia 12 de novembro de 1982, data de aniversário do Mestre Raimundo Carneiro Braga (Mestre Braga). Neste dia, ele convidou algumas pessoas para participar da sessão de Vegetal que foi realizada em um sítio situado do outro lado do Rio Madeira.

Mestre Braga: uma vida dedicada à UDV 

A Sede Geral, situada anteriormente em Porto Velho (hoje Núcleo Mestre Gabriel, a Sede Histórica) havia sido transferida para Brasília 12 dias antes, em primeiro de novembro de 1982 (clique aqui e saiba mais). A decisão foi tomada durante a reunião da Direção na União do Vegetal no Núcleo Caupuri (Manaus-AM), na qual o Mestre Braga pediu permissão ao então Mestre Geral Representante, Raimundo Monteiro (Mestre Monteiro), para iniciar uma Distribuição de Vegetal em Porto Velho.

No dia 5 de novembro de 1982 foi realizado um preparo de Vegetal. Mestre Braga lembra que a sessão foi realizada no terreiro de uma pequena casinha. “Pegamos alguns tijolos e umas tábuas para nos sentar. Este acontecimento me fez recordar o início da UDV, quando bebíamos o chá na pequena sede ao lado da casa de Mestre Gabriel, onde não tínhamos nada e ao mesmo tempo tínhamos tudo, porque tínhamos o Mestre Gabriel presente, nos ensinando”.

Relembra que durante a sessão teve a convicção de um dito de Mestre Gabriel: “Se um dia a União se esfacelasse, aquele que nascesse com ela, até mesmo debaixo de uma árvore, com seus ensinamentos e suas leis, seria a União do Vegetal”.

De Brasília para Porto Velho

A escolha do nome do Núcleo aconteceu simultaneamente com a mudança da Sede Geral para Brasília. Na Capital Federal funcionava o Núcleo Estrela do Norte e a partir do momento em que nesse Núcleo foi instalada a Sede Geral, Mestre Braga pediu aquele nome para nomear o núcleo recém-criado em Porto Velho. “A luz da Estrela do Norte pode clarear até o sul, mas ela é do norte”, explica. Durante uns três anos, a Distribuição de Vegetal ficou instalada no sítio.

Depois, Mestre Braga e Mestre Francisco Herculano de Oliveira (Mestre Herculano), juntamente com os irmãos que os vinham acompanhando, resolveram comprarem em Porto Velho uma quadra para a construção do templo e de um condomínio. O templo provisório hoje é o berçário. Posteriormente, foi construído o templo definitivo, projetado e arquitetado pelo Mestre Ascelino.

Mestre Braga foi o primeiro Representante do Núcleo Estrela do Norte, substituído posteriormente pelo Mestre Herculano, em 12 de novembro de 1984. Nesta época, os preparos de Vegetal continuavam sendo realizados no sítio. Tempos depois, alguns irmãos compraram um terreno para a construção da Casa de Preparo do Núcleo e plantio de Mariri e Chacrona, nas margens do Rio Candeias.

Informações colhidas pela Monitoria do Departamento de Memória e Comunicação (DMC) do Núcleo Estrela do Norte –  Porto Velho, RO.

2 respostas
  1. Vanessa Lemos
    Vanessa Lemos says:

    Viva o Núcleo Estrela do Norte, os primeiros irmãos que com trabalho e amor no coração o construíram e os irmãos que deram e continuam dando continuidade aos trabalhos desse ponto de luz!

    Responder
  2. Thaís Yuana Decarli
    Thaís Yuana Decarli says:

    É uma alegria pra mim relembrar os bons momentos que vivi nesse núcleo tão querido e especial! Boa parte de minha infância e adolescência foi no Núcleo Estrela do Norte. Hoje, por motivos de força maior, moro no sul. Mas que saudades eu tenho! Que esse núcleo continue crescendo com prosperidade e com a irmandade cada vez mais unida! Sinto um carinho bem especial e desejo só coisas boas a essa (a toda) irmandade!

    Sejamos felizes!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *