Núcleo Cajueiro Pequenino, uma história de integração

Lívia Rosas*

Templo do Núcleo Cajueiro Pequenino | DMC/Cajueiro Pequenino

Aos 19 dias do mês de janeiro de 2007, novos antigos irmãos se integraram para a construção de mais um Núcleo da União do Vegetal. A história do Núcleo Cajueiro Pequenino, localizado na cidade de Cascavel (CE), é especial para a irmandade da 11ª Região da UDV. Em 1º de novembro de 2006, o Centro Espírita Beneficente Fraternidade Universal na Comunhão do Vegetal se integrou ao Centro Espírita Beneficente União do Vegetal. Seus 84 participantes se tornaram então sócios do Núcleo Fortaleza (Fortaleza – CE), até a inauguração do Núcleo Cajueiro Pequenino, em 19 de janeiro do ano seguinte.

Como sócios fundadores do Núcleo Cajueiro Pequenino, além de toda a irmandade que se integrou à UDV, foram mais 13 sócios de outros Núcleos de Fortaleza (sendo 4 membros da Direção), acompanhando o Mestre Eudes Carneiro (Francisco Eudes Carneiro), que recebeu a missão de ser o Mestre Representante e o Mestre Carlos Luiz Antunes, como Presidente da Diretoria do novo Núcleo.

OTUS

O grupo já bebia Vegetal na cidade de Cascavel desde 1994, à época fazendo parte da irmandade do Centro Espiritual Beneficente Ordem do Templo Universal de Salomão (OTUS). Desde 2003, quando a OTUS se integrou à União do Vegetal, até 2007, a aproximação da irmandade do Centro Espírita Beneficente Fraternidade Universal na Comunhão do Vegetal foi construída aos poucos e com a participação importante dos dirigentes das duas instituições.

Em especial, as participações dos Mestres José Luiz de Oliveira e depois Raimundo Monteiro de Souza que ocuparam, respectivamente, o lugar de Mestre Geral Representante da UDV neste período de quatro anos (2003 – 2006) de aproximação; dos então Mestres Centrais da 11ª Região, Sílvio Gomes e Ascelino Mendes e do responsável pela irmandade em Cascavel, Mestre Marco Antonio Machado, entre outras pessoas que deram sua valorosa contribuição nessa história

O processo de integração

Durante o processo de integração aconteceram sessões em todos os Núcleos da Grande Fortaleza (Fortaleza, Tucunacá e no então Pré-Núcleo Flor Divina) e também no terreno da antiga sociedade em Cascavel. Esses momentos especiais ficaram registrados na memória dos participantes pela convivência entre os caianinhos que se reuniam em um mesmo rebanho e formavam novos laços de amizade.

Outro detalhe marcante foi a preservação da identidade no nome do Núcleo. Era utilizado o nome de Núcleo Cajueiro por essa irmandade no período anterior à integração e, como já existia na UDV um Núcleo com esse nome (em Recife-PE), foi aprovado o nome Cajueiro Pequenino para ser utilizado na integração à UDV.

Neste ano de 2017, comemoramos 10 anos de inauguração do Núcleo Cajueiro Pequenino lembrando com alegria o momento em que recebemos mais 84 irmãos, somando-se aos 444 que já haviam chegado à União do Vegetal em 27 de setembro de 2003, quando da integração da OTUS.

Nesses 10 anos, ocuparam o lugar de Mestre Representante no Nucleo Cajueiro Pequenino:

Francisco Eudes Carneiro – 19.01.07 à 06.01.09;

Aníbal Queiroz Braga – 06.01.09 à 06.01.12;

Marco Antonio Machado de Souza -06.01.12 à 06.01.15;

Aníbal Queiroz Braga – 06.01.15 até o momento.

* Integrante do Corpo Instrutivo do Núcleo Flor Divina (Fortaleza – CE).

Publicado em 26 de janeiro de 2017, 11:00. 

10 respostas
  1. VÂNIA MARIA C.CASTRO
    VÂNIA MARIA C.CASTRO says:

    O Núcleo Cajueiro Pequenino é muito especial! Uma irmandade acolhedora, um lugar bonito com muitas árvores altas bem próximas ao templo! Sempre me sinto bem ao ir lá! Pessoas amigas, um jeito simples de conviver e ser! Fruto da união de corações que seguem o Mestre!

    Responder
  2. Saulo Studart
    Saulo Studart says:

    Parabéns a toda irmandade e parabéns pelo artigo. Muito bom. Pude participar de algumas sessões nesse momento de integração e foi algo bem especial acompanhar esse movimento de expansão. Gostaria somente de fazer menção ao nome do Mestre Adamir, que quando ocupou o lugar de Mestre Central, já buscava uma aproximação com os irmãos da OTUS.

    Luz, paz e amor. Forte abraço.

    Responder
  3. Silvio Mendonça Gomes
    Silvio Mendonça Gomes says:

    Irmandade querida,lugar acolhedor.Que sejam sempre abençoados na caminhada e continuem no trabalho de crescimento espiritual e material.Sinto -me feliz por ter uma pequena participação no início da fase de integração .

    Responder
  4. Silvana Dantas de Araújo
    Silvana Dantas de Araújo says:

    Parabéns a toda irmandade desse Núcleo querido, que sempre nos acolhe com amor e alegria. Um ponto de luz em Cascavel e no mundo. Que o Mestre ilumine sempre toda a irmandade.

    Responder
  5. Roberto Bandeira
    Roberto Bandeira says:

    Não lembro do Mestre Adamir ter feito nenhuma visita a nós nessa época, lembro da Conselheira Conceição e Mestre Manu terem ido a uma sessão no dia dos pais, mas Mestre Adamir já havia feito a passagem…E sim o Mestre Zé Luiz que foi pessoalmemte nos convidar pra uma sessão que ele iria dirigir.

    Responder
  6. Marcelo Poli
    Marcelo Poli says:

    Vida longa ao Cajueiro Pequenino, saudade da irmandade que conheci quando ainda era bem pequenininho, um grande carinho tenho neste lugar, onde conheci a doutrina do Mestre, abraços fraterno em todos!

    Responder
  7. Saulo
    Saulo says:

    Bebi o Vegetal pela primeira vez nesse Núcleo, tenho muito carinho por todos vocês. Um Núcleo cheio de alegria e amor à obra do Mestre;

    Gratidão ao Mestre Miguel que me levou para conhecer a União, e gratidão ao Mestre Gabriel por ter recriado a sagrada UDV e nos ajudar no caminho da evolução espiritual!

    Responder
  8. Selma Santiago
    Selma Santiago says:

    Que lindo lugar, de tantas boas memórias, desde a época em que éramos da OTUS. Lembro da construção do templo e das instalações, que hoje acolhem esta irmandade querida. De lá fui para outros Núcleos deste mundo, mas a raiz sempre permanecerá como caianinha do querido Cajueiro Pequenino.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *