“Coração de Maria. Mas também pode ser Cosme e Damião!”

Carlos Maciel*

Primeira Sessão da União do Vegetal realizada em Curitiba, 17 de julho de 1987. Entre os participantes, destaca-se a presença do Mestre Paixão, conselheira Severina, mestre Deivanir, mestre Delson e conselheira Marisa | DMD/NSCSD

Com estas palavras, o Mestre Raimundo Pereira da Paixão (Mestre Paixão) apresentava o nome para o novo núcleo, que segundo ele, tinha uma ligação com o trabalho na área da saúde natural do então irmão Rogério Fagundes Filho. Este havia apresentado o nome de Coração de Maria, mas com a força da palavra do homem que fora um dos mourões da UDV, firmou-se o nome dos santos irmãos para o que mais à frente seria o primeiro núcleo de Curitiba-PR.

O início da União do Vegetal no sul do Brasil deu-se quando o casal Rogério e Sônia receberam um convite para conhecer a União do Vegetal através de uma carta da irmã Odete, no dia 19 de julho de 1983. Também neste ano, pela primeira vez, um Núcleo da UDV recebe o Título de Utilidade Pública, concedido ao Núcleo Lupunamanta (Campinas-SP) e foi neste que ano a União do Vegetal realizou a Primeira Convenção de Mestres em Brasília.

Clique aqui e acesse a Galeria de Imagens do Núcleo São Cosmo e São Damião

Um tempo depois, o casal foi conhecer o Mestre Central da Região Sul, Mestre Paixão, que acumulava a função de Mestre Representante do Núcleo Samaúma (hoje em Araçariguama-SP). Mais de um ano se passou até receberem a primeira autorização, por São Paulo, para se iniciar a distribuição do Vegetal em Curitiba. A primeira sessão em Curitiba aconteceu em 14 de julho de 1984 e a sessão de inauguração do Pré-Núcleo foi em 19 de abril de 1986.

As primeiras sessões

Os mestres chegavam principalmente do Norte do país para atender as pessoas que conheceram o Chá Hoasca, mas não conheciam a União do Vegetal. As sessões eram bem informais. Entre outros estiveram presentes o Mestre Adamir, o Mestre José de Carvalho e Mestre Paixão. Assim ficou decidido que haveriam sessões em Curitiba e em São Paulo, alternando as escalas. Os irmãos iam uma vez a São Paulo e outra vez um mestre indicado pelo Núcleo Samaúma vinha à Curitiba, sendo as sessões realizadas em Bocaiúva do Sul, no Sítio Gorim-Gorim.

As pessoas mais presentes eram pessoas de outras cidades: Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS) e Registro (SP). De Curitiba participaram Maria de Fátima, Maria Soares, Otávio e a irmã Marly Brandão. Mas foi em sete de dezembro de 1985 que inaugurou-se o local para distribuição do Vegetal em Curitiba, localizado no Palmitalzinho, município de Quatro Barras (PR). A primeira Sessão de Vegetal foi dirigida pelo Mestre Deivanir Alves Medeiros, com a convocação ao Corpo Instrutivo do discípulo Sônia Maria Borges Fagundes. É neste mesmo local que está até hoje instalado o Núcleo São Cosmo e São Damião.

Pré-Núcleo e Núcleo

No dia 06 de janeiro de 1986 o irmão Rogério Fagundes Filho foi convocado para o Corpo do Conselho, sendo o primeiro integrante da direção no Estado do Paraná. Por ocasião da elevação a Pré-núcleo, o então Mestre Geral Representante, Mestre Raimundo Monteiro de Souza, informou que o nome correto a ser usado é São Cosmo e São Damião.

No dia 19 de abril uma sessão inaugurava o Pré-Núcleo São Cosmo e São Damião, dirigida pelo Conselheiro Rogério, com a presença dos Mestres Gênis, Arísio da Conceição e Paixão, Mestre Central. Após a sessão, no dia seguinte, em reunião extraordinária da diretoria, foi lavrada a ata de inauguração, razão pela qual até hoje o aniversário do Núcleo é comemorado no dia 20 de abril.

Naquele mesmo ano, em 1º de novembro, Mestre Arísio da Conceição recebeu a Representação do Núcleo. Nesta data oficializou-se a transferência de todos os irmãos que estavam filiados até então ao Núcleo Samaúma. No dia 29 de novembro de 1987 foi lançada a pedra fundamental do novo templo e em 24 de setembro de 1988 foi realizada a sua inauguração, tendo sido convocada para o Corpo do Conselho o discípulo Joana Andreiv, a primeira conselheira no sul do Brasil.

Como todo núcleo deve ter meios para autossuficiência em mariri e chacrona, quando em 1990 houve o primeiro preparo em Curitiba, plantou-se a semente do plantio do Núcleo na região litorânea. Hoje temos o plantio consolidado e estabelecido, mas não sem muito trabalho e dedicação. A sessão que marcou a elevação a núcleo ocorreu em 20 de abril de 1997 e foi dirigida por Mestre Raimundo Pereira da Paixão.

Expansão

E esta história continuou dando seguimento à expansão da União do Vegetal com o primeiro desmembramento que aconteceu no dia 28 de outubro de 2000, com a criação do novo Núcleo Monte Alegre (Curitiba-PR) , sendo o representante o Mestre Orlando José da Silva. No ano de 2005, iniciou-se o segundo trabalho de outro desmembramento com o pré-núcleo Coroa Divina (Curitiba-PR) , inaugurado em 29 de setembro de 2007 tendo como Mestre Representante José Alves Gomes e também no Quadro de Mestres Nagib e Luciano Hidalgo. Diz-se que não existem coincidências e talvez por isso mesmo, quando o núcleo comemora seus 30 anos, o Representante é Mestre Rogério Fagundes.

*Integrante do Quadro de Mestres do Núcleo Coroa Divina (Curitiba- PR)

5 respostas
  1. Gabriela Horbach
    Gabriela Horbach says:

    Feliz data! Prosperidade ao núcleo São Cosme e São Damião, que ainda quero conhecer. Tive a oportunidade de assistir algumas sessões no Mato Grosso com o mestre Rogério, representante de lá, e tenho carinho por sua pessoa. É notável a sua ligação com a saúde, sua palavra na sessão é forte, uma pessoa brilhante que sabe explicar, corrigir, demonstrar, ensinar. Sou grata por ter me passado tanto conhecimento.

    Responder
  2. Greiciane
    Greiciane says:

    Bem feliz em ver a União do Vegetal crescer com esse símbolo sagrado que é a Luz, a Paz e o Amor.
    Meu sonho é conhecer os Núcleos de Curitiba. Abraço carinhoso a toda essa irmandade querida. Luz, Paz e Amor.

    Responder
  3. CLAYTON GOMES
    CLAYTON GOMES says:

    Bela história. Teremos acesso às fotos, como acontece também nas histórias dos outros Núcleos?
    É importante publicar, pra todos terem acesso a mais um pouco desta bela história de amor.
    Viva o Núcleo São Cosmo e São Damião.

    RESPOSTA: Estamos aguardando o envio das fotos, Clayton.

    Responder
  4. Rodrigo Soares
    Rodrigo Soares says:

    Uma trajetória tão significativa e pioneira merece um destaque especial. Um belo registro de uma grande história. Parabéns pelo documento. Felicidades aos irmãos.

    Responder
  5. Frederico Korndorfer Neto
    Frederico Korndorfer Neto says:

    Parabéns a todos que trabalharam para que este Núcleo tivesse seu desenvolvimento! Fiz parte desta história e me sinto muito honrado por isso. Abraços e Felicidades!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *