Mestre Monteiro recebe Título de Cidadão Paulistano

Em 28 de maio, na Câmara Municipal de São Paulo, realizou-se a solenidade que homenageou o Mestre Raimundo Monteiro de Souza. Proposto pelo vereador Laércio Benko (PHS/SP), o título de Cidadão Paulistano foi entregue ao Mestre Monteiro devido seu trabalho de dar continuidade – ao lado de tantos outros mestres e sócios – à obra do Mestre Gabriel – fundador do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal.

A Sessão Solene contou com a presença de membros da direção nacional e de sócios da União do Vegetal (UDV) que fazem parte da 3ª região – composta por cidades paulistas e por Pocinhos do Rio Verde (MG). Além da presença da senhora Zilda Felícia da Costa Monteiro de Souza (conselheira Zildinha), esposa do Mestre Monteiro.

Reconhecimento

O vereador Laércio Benko, durante a entrega do título de Cidadão Paulista ao Mestre Monteiro reconheceu os benefícios da União do Vegetal, segundo ele “uma religião importante aqui no país, e que procura buscar a espiritualidade dentro do ser humano”. E prosseguiu: “essa doutrina, ela é muito bem vista […] e a gente ficou encantado com a doutrina da União do Vegetal e achamos justa, digna e merecida esta homenagem”.

Vereador Laércio Benko entrega título de Cidadão Paulistano ao Mestre Monteiro | Foto: Adilson Nascimento

3ª região

A história da UDV na 3ª região teve início em setembro de 1972 com a criação do Núcleo Sumaúma, autorizada pelo M. Monteiro – Mestre Geral Representante da União do Vegetal na época – , cumprindo a palavra do Mestre Gabriel a respeito da expansão da União do Vegetal, no Brasil e no exterior. O núcleo Samaúma foi o 3ª núcleo da UDV a ser criado. Os dois primeiros núcleos iniciaram em Porto Velho (RO) e Manaus (AM), respectivamente.

Cidadão Paulistano

Sobre o título de Cidadão Paulistano, Mestre Monteiro afirmou, durante a solenidade, que “o recebimento desta comenda eu (M. Monteiro) faço como representante do Mestre Gabriel, que é na verdade quem merece todas as honrarias e reconhecimento pela grandiosa obra que legou a humanidade, propiciando a nós, a responsabilidade de transmiti-la aos demais irmãos que habitam esse planeta”.