Mestre Gabriel: credibilidade e consciência clara para trabalhar com o Chá Hoasca

Mestre Edson Lodi homenageia o jurista Domingos Bernado | Foto: Sergio Polignano.

José Gabriel da Costa, o Mestre Gabriel, criador da União do Vegetal, encontrou o tesouro que buscava na simplicidade de um seringal dentro da grandeza da Floresta Amazônica. No seio da sua família, deu início a sua obra espiritual que hoje está presente em diversas cidades do Brasil e do mundo, fazendo cumprir sua profecia de que “União do Vegetal vai circular o mundo”. Assim, Mestre Gabriel criou, organizou e plantou na terra uma instituição com as mesmas características que ele demonstrou para quem o conheceu: seriedade ao trabalhar com o Chá Hoasca (ou Ayahuasca, como é conhecido por muitos); respeito e zelo com o Mariri e Chacrona; cumprimento do dever e uma consciência clara para trabalhar pela evolução do ser humano no sentido do seu desenvolvimento espiritual.

Homenagem à Domingos Bernardo

Pela credibilidade que demonstrou e pelo zelo com o Chá Hoasca, Mestre Gabriel teve a capacidade de reunir pessoas na mesma causa sua: a consagração do Vegetal (Chá Ayahuasca) como veículo para nos despertar para nossa evolução espiritual. Causa esta reconhecida pela sociedade em diversas oportunidades. Uma destas oportunidades foi destacada durante a II Conferência Mundial da Ayahuasca, ocorrida em Rio Branco (AC), entre os dias 17 e 22 de outubro de 2016, em palestra realizada pelo mestre Edson Lodi Campos Soares (Mestre Assistente Geral da União do Vegetal), quando ele homenageou o jurista Domingos Bernado – homem que acreditou e acredita nos benefícios do Chá Hoasca e que foi um marco em toda essa luta pela legalização da Ayahuasca.

Domingos Bernardo é autor do parecer que em 1992 estabeleceu que o Chá Ayahuasca e as plantas o compõem (Mariri e Chacrona) deveriam permanecer excluídas das listas de substância proibidas no país. “Foi um ato de coragem em um momento em que não haviam tantas pesquisas e conhecimento com referencia a este assunto”, lembrou Edson Lodi, durante o painel “Histórias e ‘Causos’ dos Mestres Fundadores”, no dia 20 de outubro.

O jurista uniu a sua coragem ao seu humanismo e trabalhou com o apoio da União do Vegetal e de outras pessoas, entre eles o pesquisador e antropólogo norte-americano Edward MacRae, para combater uma medida arbitrária que incluiu o Chá Hoasca e as espécies vegetais que compõem a Ayahuasca naquelas listas. Reconhecendo este ato de coragem, Edson Lodi fez, durante a palestra, um pedido aos presentes: “Que nós façamos por onde merecer que essa liberdade de exercermos a nossa liberdade religiosa permaneça para sempre”.

A ética do Mestre Gabriel

“Não trabalho no Vegetal por egoísmo, por fantasia ou por boniteza, e sim por uma consciência clara”. Estas foram algumas palavras de Mestre Gabriel usadas por Edson Lodi para falar a respeito do exemplo que ele nos deixou como diretriz para uso do Chá Hoasca na União do Vegetal, prezando pelo zelo e respeito à esta bebida sagrada. “Essa consciência clara do Mestre Gabriel também permitia à ele dizer que quem sabe ensinar tem que saber praticar”, afirmou o Mestre Assistente Geral.

“Tudo que eu falo; Tudo que eu faço; Tudo que eu chamo é ensinando”. Essas são palavras do Mestre Gabriel expostas durante a palestra por Edson Lodi e que fazem referência a essa diretriz que ele deixou na União do Vegetal. Para ilustrar esse pensamento, foi apresentado um vídeo durante o painel, em que Mestre José Luiz de Oliveira (Mestre Representante na Sede Geral – Brasília-DF e membro do Conselho da Recordação dos Ensinos do Mestre Gabriel) conta um acontecimento vivido pelo próprio Mestre Gabriel em que ele mostra de forma simples e clara como é que ele vem trabalhando pelo Vegetal e pela garantia sagrada de comungarmos o Chá Hoasca em nossos rituais sagrados, preservando nossa integridade moral sem a necessidade de comercializar ou negociar benefícios pessoais em troca de Vegetal. O vídeo pode ser assistido no final da matéria.

“Nós estamos falando de um homem, o Mestre Gabriel, que vivia do suor do trabalho dele, um homem que tinha apenas o suficiente para viver e sustentar sua família. Ele teria motivos para aceitar aqueles presentes, mas não aceitou. Aquele homem (Mestre Gabriel) que dizia que tudo que ele fazia, tudo que ele chamava e tudo que ele falava é ensinando, ele nos ensinou a ter honestidade com o uso do Vegetal, nos ensinou que o Vegetal não é uma moeda de troca, nos ensinou que o Vegetal não é uma moeda para que a gente possa trocar por favores ou por favorecimento”, reforçou mestre Edson Lodi.

Consciência para trabalhar com o Chá Hoasca

Edson Lodi destacou ainda um outro importante momento da vida do Mestre Gabriel em que ele demonstra toda sua benevolência e amor para com aqueles que o acompanham. Lodi lê trechos de uma carta escrita pelo Mestre Gabriel quanto este encontrava-se em Fortaleza-CE, em janeiro de 1971, restabelecendo sua saúde. Mestre Gabriel pede aos irmãos da UDV que se reaproximem de um discípulo (Antônio Cavalcante de Deus, o Gia) que encontrava-se distante, dando ao Gia a atenção que lhe dispensavam. “Ele também é um membro do meu corpo, como todos vocês”, dizia a carta do Mestre Gabriel.

Edson Lodi concluiu sua palestra falando desta atitude simples, porém da mais fina grandeza, de Mestre Gabriel e agradecendo aos presentes pelos diversos estudos que são feitos a respeito do Chá Hoasca. Reforçou a importância de trabalharmos com o espírito desarmado e com sentimento de amor e responsabilidade em torno das pesquisas feitas com o Chá Ayahuasca. “Continuamos pesquisando, continuamos a escrever, mas, se possível, dentro da consciência de cada um em cumprir para que incorporem a estas letras o sentimento e incorporem a estas letras um espírito mais desarmado para que nós possamos encontrar a fraternidade e possamos auxiliar uns aos outros a continuarmos defendendo e preservando o uso religioso da ayahuasca”, alertou.

Veja abaixo a íntegra da palestra do mestre Edson Lodi:

9 respostas
  1. Roberto Cavalcanti barbosa Filho
    Roberto Cavalcanti barbosa Filho says:

    Seriedade e amor, unidos por uma consciência clara e apresentados através do exemplo. Gratidão ao Mestre Gabriel e felicitações ao Mestre Edson Lodi, pelo talento e poesia no seu trabalho.

    Responder
  2. Rodrigo Polignano
    Rodrigo Polignano says:

    Muito bonita palestra.
    Grato ao MAG M. Edson Lodi pela sensibilidade e delicadeza em transmitir com tanto sentimento essa mensagem ao mundo.
    Não pude estar presente durante a Conferência e a cada palestra que estou tendo a oportunidade de assistir, estou feliz e grato por ver a qualidade com que a nossa Sagrada União se fez presente, transmitindo a mensagem do Mestre.
    Grato a todos que se dedicaram por mais esse importante trabalho.
    Saúde, prosperidade e alegria a todos.
    Fraternalmente,
    Rodrigo Polignano

    Responder
  3. Marlon Daltro
    Marlon Daltro says:

    Percebi a luz do Mestre Gabriel no brilho do olhar do mestre Edson Lodi. Que coisa bonita de se ver! Quanta sensibilidade do Mestre Assistente Geral. Pude perceber claramente o sentimento de amor transbordando em suas palavras dando mais esse passo fundamental para o crescimento da União do Vegetal perante a sociedade. Isso só aumenta a minha certeza de que estamos no caminho certo.

    LPA

    Responder
  4. Bruno Virgulino
    Bruno Virgulino says:

    A energia que circulou nesse dia do congresso foi algo muito bonito, estavam reunidas as 3 religiões tronco da Ayahuasca onde cada uma escolheu o seu melhor orador para explanar diante de suas doutrinas, e ninguém melhor do que o Mestre Edson Lodi para explanar a respeito do Mestre Gabriel, a sincronia de suas palavras juntamente com o que estava sendo passado nos telões foi perfeito. Gratidão ao Mestre por está presente nesse momento tão sublime ao lado de pessoas especiais.

    Responder
  5. ilana
    ilana says:

    Desejo que o Divino Mestre continue a inspirar o senhor para que continue nos trazendo a segurança que sentimos quando ouvimos as palavras trazidas na II Conferência da Ayahusca. A sensibilidade, o estudo e a boa vontade são ferramentas que facilitam a inspiração, e todas elas senti profundamente ouvindo suas palavras. Meu amigo Edson Lodi grata por esse trabalho em amor a nós!

    Responder
  6. Cássio D'Limac
    Cássio D'Limac says:

    Me emocionei ao ouvir e ver essa singela homenagem mas de alta referência aos valores e ao coração do Mestre Gabriel para com seus discípulos. Grato mais uma vez ao m. Edson Lodi por sua Inspiração exemplar…”Assim a União clareia mais…” Luz, Paz e Amor…

    Responder
    • Cássio D'Lima
      Cássio D'Lima says:

      Me emocionei ao ouvir e ver essa singela homenagem mas de alta referência aos valores e ao coração do Mestre Gabriel para com seus discípulos. Grato mais uma vez ao m. Edson Lodi por sua Inspiração exemplar…”Assim a União clareia mais…” Luz, Paz e Amor…

      Responder
  7. Jorge Luiz NMMN
    Jorge Luiz NMMN says:

    Fina a expressão e sentimento de luz, paz e amor palavreados pelo poeta m. Edson Lodi.
    Senti a presença do Mestre Gabriel quando vi o vídeo.
    A carta endereçada ao Gia, realmente nos toca e mostra que nos endereça também, pois eu me sinto parecido com ele em alguns momentos.

    LPA – Jorge Luiz NMMN

    Responder
  8. Jean Bonazoni
    Jean Bonazoni says:

    Foi um dos momentos mais bonitos da Conferência, o sincero reconhecimento pelo trabalho do Dr. Domingos Bernardo, colocando as coisas no devido lugar; a forma singela como o M Edson Lodi trouxe a palavra de nosso guia espiritual, contando sua história de peleja nos seringais e em Porto Velho, dando exemplos de honestidade como no vídeo da oratória do M Zé Luiz; e exemplos de amor verdadeiro por todos os discípulos, quando leu os trechos da carta em cita o Gia. Foram momentos em que sentimos circular de forma fina a o amor e a seriedade com que a representação geral do Centro vem trabalhando em defesa do uso responsável do Chá Hoasca.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *