A vida do Mestre Gabriel em desenhos de cordel

Em homenagem ao aniversário do Mestre José Gabriel da Costa, comemorado em 10 de fevereiro, o Centro Espírita Beneficente União do Vegetal lança o filme “José, um Homem e uma História pra contar”. Trata-se de uma animação em cordel que traz os principais acontecimentos da vida do Mestre Gabriel, desde seu nascimento, em 1922, até o momento em que cumpriu sua missão, no ano de 1971, quando faleceu.

José, um homem e uma história pra contar

O filme buscou inspiração nos desenhos que costumam ilustrar a literatura de cordel, típica do Nordeste. A animação dá forma ao que está sendo cantado nos aboios, cordel e repentes, enquanto a viola traz uma sonoridade que faz quem ouve e vê o filme fazer uma viagem pela trajetória de vida desse sertanejo, que nasceu no interior da Bahia e foi para a Amazônia aos 22 anos.

Seringais

Foi nos seringais da Floresta Amazônica, onde trabalhava, que Mestre Gabriel criou a União do Vegetal, no ano de 1961. Hoje, com pouco mais de 50 anos, o Centro Espírita Beneficente União do Vegetal está presente em todas as capitais do país, além de diversas outras cidades no Brasil e também no exterior. Se estivesse vivo, José Gabriel da Costa estaria inteirando, agora em 2015, 93 anos.

O filme “José, um Homem e uma História pra contar” foi realizado pela Diretoria Geral da UDV em parceria com o Departamento de Memória e Documentação da Sede Geral e da 4ª Região. O cordel é de autoria do repentista e cordelista Onildo Barbosa, que também participa no filme emprestando a voz e a viola. Os desenhos e animações são de Ernani Sena, com tratamento de imagem de Tiago Hoisel. O poema de abertura, de autoria de Edson Lodi, é recitado pelo cantor Xangai e tem a participação de João Omar no violoncelo. Participam ainda Thomaz Oliveira na montagem e direção musical, Diro Oliveira na direção artística e musical, e Luiz Trazzi na coordenação geral do projeto.